X
Cotidiano

Vereador santista quer disciplinar auxílio à população de rua

Audiência pública proposta por Sérgio Santana ouvirá representantes do Poder Público e da sociedade civil hoje

Finalidade é fazer com que o Poder Público e Sociedade Civil possam construir políticas que busquem promover a dignidade / Nair Bueno/DL

Uma audiência pública marcada para hoje, às 15h na Câmara de Santos, irá debater a rede de apoio e o trabalho de grupos voluntários que atuam com a população de rua em Santos. Proposta pelo vereador Sérgio Santana, presidente da comissão especial de vereadores que trata da questão, a ideia central é fiscalizar e disciplinar o auxílio a esse grupo social.

“Convocamos os secretários para analisar se as legislações estão sendo cumpridas e queremos debater as medidas que podem ser tomadas para lidar com o aumento no número de pessoas que vivem nas ruas de Santos durante a temporada. Se a Secretaria de Saúde trabalha de forma efetiva para lidar com a tuberculose, por exemplo, que é um problema grave que afeta esse grupo e se a Secretaria de Segurança tem apoiado para que os agentes da assistência social tenham suas integridades preservadas”, destaca.

De acordo com o vereador, a finalidade é fazer com que o Poder Público e Sociedade Civil possam efetivamente construir, em conjunto, políticas que busquem promover a dignidade desta população.

“Queremos pensar uma proposta macro e também doutrinar grupos sociais que pelo bom coração tentam ajudar na distribuição de alimentos. Santos oferece as facilidades de ser praia e de ser a maior praça de alimentação aberta, que é o jardim da orla. Não podemos generalizar, mas muitas pessoas não saem das ruas porque sabem onde irão conseguir comida fácil”, destaca.

Ações

O último censo divulgado pela Prefeitura de Santos em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisa Econômicas, Fipe apontou que a cidade tem 591 pessoas em situação de rua nos logradouros e 206 pessoas acolhidas nas instituições que provêm esse serviço. Atualmente, a Administração mantém um convênio de cooperação técnica com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) para a realização de pesquisas a fim de conhecer melhor essa realidade.

Além da realização de um censo, o projeto prevê ações de educação permanente junto aos profissionais das redes de atenção e contará com a participação de docentes, estudantes, de profissionais e de um grupo de usuários dos serviços de assistência social, que atuarão como membros da equipe do trabalho.

A pesquisa, cuja base de dados será desenvolvida por alunos da Fatec Rubens Lara, terá os dados preliminares disponibilizados em dezembro. Quando concluída, renderá um livro com as informações.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

A nova geração do Toyota Land Cruiser

Com setenta anos de estrada, o Toyota Land Cruiser é apresentado em sua nova geração

Moto do Homem de Ferro chega por menos de R$ 30 mil às concessionárias

A Yamaha dá continuidade à parceria com a Marvel e lança a edição especial e limitada Homem de Ferro da naked MT-03

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software