Vereador Kenny Mendes pede rescisão de contrato com Viação Piracicabana

Ele alega que a companhia não tem cumprido com o contrato firmado e que o serviço apresentado tem sido abaixo do esperado

Comentar
Compartilhar
07 MAR 2017Por Da Reportagem10h00
Kenny Mendes citou que Defensoria Pública do Estado já apontou diversos problemas no contrato com a empresaKenny Mendes citou que Defensoria Pública do Estado já apontou diversos problemas no contrato com a empresaFoto: Matheus Tagé/DL

O vereador Kenny Mendes (PSDB) apresentou um requerimento ontem, durante a sessão da Câmara de Santos, para solicitar que o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) rescinda o contrato da Prefeitura com a Viação Piracicabana, empresa responsável pelo transporte público municipal.

Mendes alega que a companhia não tem cumprido com o contrato firmado e que o serviço apresentado tem sido abaixo do esperado pela população de Santos.

Em sua justificativa, o tucano cita que a Defensoria Pública do Estado apontou diversos problemas no contrato celebrado entre o Poder Público e a empresa, e que algumas cláusulas do contrato de concessão não estariam sendo respeitadas.

Entre as cláusulas não respeitadas, segundo aponta o parlamentar, está a obrigação da Piracicabana em manter 100% da frota em atividade nos horários de pico. No entanto, a Defensoria monitorou que 167 veículos estiveram em circulação nestes períodos, o que dá um total de 58% da frota total da empresa.

O vereador também lembrou de diversos requerimentos apresentados pelo Legislativo onde a Piracicabana foi questionada devido ao grande número de insetos no interior dos veículos.

A Prefeitura de Santos assinou um novo contrato com a Piracicabana, concessionária do serviço de transporte público, em 2015, por oito anos, com possibilidade de extensão por mais oito. Ou seja, até 2031.