X
Cotidiano

Universalização do saneamento na Baixada Santista é tema de encontro online

Na ocasião, será lançado o documentário Sobre Água

Documentário mostra depoimentos de moradores sobre o cotidiano no Dique Vila Gilda / Ed Davies/Divulgação

Um encontro online vai reunir Ministério Público, Sabesp e Comitê de Bacias Hidrográficas para falar sobre a universalização do saneamento na Baixada Santista, ou seja, acesso a água tratada, coleta e tratamento de esgoto para todos. O diálogo 'Saneamento Já' acontece nesta quarta-feira (11), às 10 horas, com transmissão pelo Youtube e Facebook do FunBEA (Fundo Brasileiro de Educação Ambiental).

A promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo – GAEMA – BS, Dra Flavia Maria Gonçalves,  vai abordar sobre as "Contribuições do MP na área de saneamento ambiental na Baixada Santista". O presidente do Comitê de Bacias Hidrográficas da Baixada Santista, Alberto Mourão, fala sobre os "Desafios da Universalização do Saneamento na BS". E a Sabesp, com o Engenheiro Marcelo Tadeu Muniz Pereira, gerente de divisão e controle de perdas, discute sobre "O papel da Sabesp na Universalização do Saneamento na Baixada Santista".

Segundo dados do Relatório da Situação dos Recursos Hídricos a Baixada Santista 2019, a Região possui um cenário regular para atendimento de água e coleta de esgoto, ficando com 91% para acesso a água e 73% para coleta. Porém, estes dados contemplam apenas os números dos atendimentos realizados pela empresa de serviços de saneamento, que não chegam às moradias irregulares e às comunidades isoladas.

Estudos do Instituto Trata Brasil "Saneamento Básico em Áreas Irregulares nas Grandes Cidades Brasileiras", mostram que mais de 300 mil pessoas vivem nestes locais, nas comunidades isoladas da Região.

Na perspectiva de despertar o olhar para das comunidades irregulares e promover o diálogo do Encontro, foi produzido o documentário Sobre Águas. Ele mostra depoimentos de moradores contando sobre a ocupação, necessidade de moradia e o cotidiano do acesso a água nas palafitas do Dique Vila Gilda, uma das maiores favelas do Brasil, na cidade de Santos. 

A iniciativa do Fórum é do FunBEA, em parceria com o Comitê da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista, por meio de financiamento do FEHIDRO – Fundo Estadual de Recursos Hídricos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Homem procura hospital com projétil de canhão no ânus e médicos acionam equipe antibomba

O objeto tem 17 cm de comprimento e 6 cm de largura

Santos

Santos realiza caminhada de conscientização sobre HIV/Aids neste sábado

Os pedestres, que devem trajar uma peça de roupa ou acessório na cor vermelha, seguirão até a Praça das Bandeiras

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software