Uma semana depois, CET ainda analisa documentos da Martha’s

Uma semana depois de receber documentação da permissionária Martha’s Serviços Gerais Ltda., a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos), ainda não concluiu a análise

Comentar
Compartilhar
20 OUT 201110h32

Na última quinta-feira, a CET-Santos recebeu os documentos solicitados à administradora do pátio, localizado na Rua Francisco Ferreira Canto, nº 351, no bairro da Caneleira, onde uma série de furtos foi registrada. A CET solicitou relatório informando todas as ocorrências que constam de inquérito policial.

Segundo a assessoria de imprensa da CET, o relatório está sendo analisado pelo Departamento Jurídico. Essas informações serão cruzadas com os dados colhidos pela própria CET, durante inspeção feita no local.

Os furtos foram denunciados há 32 dias pelo vereador Benedito Furtado (PSB). Após ser procurado por um proprietário que teve seu veículo “depenado” no pátio da CET-Santos, Furtado apresentou requerimento na sessão do dia 19 de setembro para que o Executivo apure os crimes cometidos.

No último dia 6, o vereador pediu ainda à CET, por meio de requerimento apresentado na sessão da Câmara, cópia de inteiro teor do processo de licenciamento para uso do pátio de veículos. A Martha’s opera o pátio localizado na Caneleira e um depósito de veículos em Monte Cabrão, na área continental de Santos, com licença provisória. Paralelo aos procedimentos administrativos, a Polícia segue com as investigações colhendo depoimentos de suspeitos e dos responsáveis pela Martha’s.