Três vítimas ainda estão internadas por conta de colisão na Anchieta

Motorista perdeu o controle da direção e atingiu outros cinco caminhões. O acidente ocorreu por volta das 6h desta segunda-feira (30); uma pessoa morreu

Comentar
Compartilhar
01 ABR 201410h30

Três pessoas permanecem internadas no Hospital Municipal de Cubatão, vítimas de uma colisão entre cinco carretas e um caminhão, que aconteceu na manhã de ontem na Rodovia Anchieta. Outra pessoa morreu. O acidente causou mais de sete quilômetros de congestionamento na Pista Sul, sentido Litoral, na altura do quilômetro 53.

Rubens Campanelli, de 71 anos, teve fratura exposta na perna direita. De acordo com a Prefeitura de Cubatão, responsável pela administração do pronto-socorro onde ele deu entrada, o paciente foi operado e segue internado no Hospital Municipal de Cubatão (HCM).

Wagner Moreno, de 44 anos, outra vítima, teve fratura na coluna. Foram realizados os procedimentos específicos e ele também seguiu internado no HMC. 

Já em Edson Guarda, de 58 anos, os exames apontaram trauma toráxico. Após realização de dreno, ele também foi encaminhado para o HMC.

Pedaços de um dos caminhões atingido voaram para a Pista Norte da Via Anchieta (Foto: Luiz Torres/DL)

De acordo com a Prefeitura, não foram detectados danos neurológicos nas vítimas. Os três estavam conscientes e apresentavam quadro estável até o final da tarde de ontem.

O acidente ocorreu na altura do quilômetro 53, quando o motorista de uma carreta que carregava soja perdeu o controle do veículo, colidiu com um caminhão que fazia ultrapassagem de uma pista para outra e seguiu atingindo outras três carretas que estavam na frente. A colisão com o caminhão foi tão forte, que pedaços do veículo voaram para o outro lado da pista, no sentido de quem subia a serra, e atingiu um carro de passeio.

De acordo com o tenente Dene, da Polícia Rodoviária, a carreta desenfreada atingiu o caminhão, que capotou. “A primeira carreta passou por cima desse caminhão. O motorista morreu na hora”, conta o policial.

Os pedaços do caminhão que voaram para outra pista arrebentaram a grade de proteção que fica no canteiro central da rodovia.

A colisão aconteceu por volta das 6h, mas só às 14h a Pista Sul foi totalmente liberada para o fluxo. Isso porque a soja que estava na carreta ficou espalhada pela pista e funcionários da Ecovias levaram quase a manhã inteira para a limpeza.

No período em que a Pista Sul ficou interditada, a Pista Norte teve o sentido invertido para descida, enquanto a subida era feita pela Imigrantes.

Por volta das 16h, a Pista Norte da Anchieta foi bloqueada para nova inversão de sentido, e voltar a ser mão para a subida de veículos. Na Pista Sul, onde ocorreu o acidente, a situação já estava regularizada.