X

Cotidiano

Três pessoas morrem afogadas e outras duas somem no mar na Baixada Santista

Os casos aconteceram nas praias das cidades de Itanhaém, Guarujá, Mongaguá e Praia Grande

Pedro Henrique Fonseca

Publicado em 14/04/2024 às 10:29

Atualizado em 14/04/2024 às 10:32

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Três pessoas morreram afogadas neste sábado (13) / Reprodução

Três pessoas morreram afogadas neste sábado (13) nas praias da Baixada Santista. Além disso, outras duas estão desaparecidas e três foram salvas pelos Bombeiros. As informações foram divulgadas pelo Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar).


Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

Os casos aconteceram nas praias das cidades de Itanhaém, Guarujá, Mongaguá e Praia Grande. Confira abaixo:

Guarujá

Em Guarujá, uma mulher de aproximadamente 40 anos morreu após se afogar na Praia de Pitangueiras. Ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi levada ao Hospital Santo Amaro, onde não resistiu e morreu.


Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Itanhaém

Um homem de Embu das Artes, na Grande São Paulo, morreu após se afogar na Praia do Suarão. Ele chegou a ser socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itanhaém, mas não resistiu. Ele tinha 38 anos.

Seu filho, de 14 anos, e o primo, de 13, também estavam no mar e foram resgatados. Eles estão em observação na unidade de saúde.

Mongaguá

Outra vítima, um homem, de 57 anos, morreu afogado na praia de Mongaguá. Ele era de Várzea Paulista, foi socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Agenor de Campos, mas não resistiu.

Praia Grande

Um jovem, de 22 anos, é procurado após se afogar e desaparecer na praia do bairro Balneário Maracanã, em Praia Grande.

Ainda na cidade, um jovem de 13 anos desapareceu no mar. Ele estava com um amigo, de 14, na praia do bairro Tupi.

O menino de 14 anos, no entanto, conseguiu sair do mar sozinho. Ele afirma que os dois teriam caído em um buraco e começaram a se afogar. Ambos são de São Paulo.

Condição do mar

O mar estava agitado neste sábado (13) e, por isso, fortes correntes de retorno se formaram. Segundo o GBMar, as correntezas são as maiores ameaças contra a vida dos banhistas e responsáveis pela maioria dos afogamentos em praias.

 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter