Três condomínios são multados em Santos por corte de árvores

No total, foram aplicadas pela Secretaria de Meio Ambiente R$ 7.310,00 em multas por infringir a Lei Complementar 973/2017, que dispõe sobre o manejo da vegetação de porte arbóreo no Município

Comentar
Compartilhar
15 ABR 2021Por Da Reportagem16h24
A medida foi aplicada a partir de denúncia feita na Ouvidoria MunicipalA medida foi aplicada a partir de denúncia feita na Ouvidoria MunicipalFoto: Divulgação/PMS

Três condomínios em Santos foram multados, nesta quarta-feira (14), por corte de árvores e de raízes sem autorização da Prefeitura. No total, foram aplicadas pela Secretaria de Meio Ambiente R$ 7.310,00 em multas por infringir a Lei Complementar 973/2017, que dispõe sobre o manejo da vegetação de porte arbóreo no Município. A medida foi aplicada a partir de denúncia feita na Ouvidoria Municipal.

O Condomínio Allamanda, na Rua Tolentino Filgueiras (Gonzaga), foi multado em R$ 5.110,00 em razão do corte de três árvores em área interna sem autorização.

Já o Condomínio Dom Lara, na Avenida Epitácio Pessoa (Boqueirão), foi multado em R$ 1.100,00 por corte de raiz em duas árvores, situadas na calçada, sem autorização.

Pelo mesmo motivo, o Cond. Edifício Village, localizado na Avenida Siqueira Campos (Embaré), também recebeu multa de R$ 1.100,00.

De acordo com a LC 973/2017, qualquer manejo arbóreo, seja em área particular ou pública, deve ser precedido de vistoria por parte dos engenheiros agrônomos da Secretaria de Meio Ambiente.

Interessados em realizar poda ou corte em árvores devem entrar com pedido no Poupatempo e aguardar a vistoria.

"Um manejo inadequado pode enfraquecer a árvore e até causar a queda, expondo pessoas ao risco", explica o engenheiro agrônomo João Cirilo, chefe da Coordenadoria de Controle Ambiental, da Secretaria de Meio Ambiente.