Três cidades paulistas decretam estado de emergência após temporais

As prefeituras de São Sebastião e Ilhabela, no litoral norte de São Paulo e Valparaíso, no interior paulista, estão alertas depois dos estragos causados pelas chuvas

Comentar
Compartilhar
15 FEV 2018Por Estadão Conteúdo12h15
Queda de árvore em razão das fortes chuvas que atingiram Ilha BelaQueda de árvore em razão das fortes chuvas que atingiram Ilha BelaFoto: Prefeitura de Ilha Bela

As prefeituras de São Sebastião e Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, decretaram estado de emergência depois de as cidades serem atingidas por temporais entre a noite de quarta, 14, e a madrugada desta quinta-feira, 15. Outras duas cidades da região, Caraguatatuba e Ubatuba, entraram em estado de atenção. No interior paulista, a cidade de Valparaíso também decretou estado de emergência depois dos estragos causados pelas chuvas. 

De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe), em 24 horas choveu 265 milímetros em São Sebastião, volume superior ao esperado para todo o mês. Os rios que cortam a cidade transbordaram, arrastando carros e postes. O alagamento atingiu a área central. Um grande muro desabou na Vila Amélia, mas ninguém ficou ferido.

Na manhã desta quinta, cerca de 50 pessoas desabrigadas foram levadas para a Escola Municipal de Topolândia. As aulas na rede municipal foram suspensas e os prédios, destinados ao atendimento de famílias desalojadas. Houve queda de árvores e deslizamentos - um deles interditou, à noite, a rodovia Rio-Santos. 

Em Ilhabela, vários bairros ficaram alagados e uma casa ruiu parcialmente no Morro do Cemitério. Cerca de 30 moradores foram removidos das áreas com deslizamentos no Morro do Canta Galo e levados para um abrigo municipal. 

A Defesa Civil contabilizou 40 pessoas desalojadas em Caraguatatuba, também atingida pelo temporal, causando o transbordamento de córregos nos bairros Perequê-Mirim e Travessão. O centro esportivo do Jardim Britânia foi transformado em abrigo. Em Ubatuba, houve alagamentos em oito bairros.

No interior, a prefeitura de Valparaíso decretou estado de emergência após o temporal que alagou parte da cidade nesta quarta. Dezenas de casas e três escolas municipais foram invadidas pelas águas. As aulas foram suspensas e só serão retomadas na segunda-feira. A rodovia Péricles Belini (SP-461) foi interditada depois que a estrutura de uma ponte cedeu entre as cidades de Votuporanga e Cardoso.