Travessia de Bertioga opera com apenas uma embarcação

Segunda balsa teria sido deslocada para operar na travessia entre Guarujá e Santos

Comentar
Compartilhar
12 DEZ 2018Por Da Reportagem09h00
Apenas uma embarcação está operando na travessia entre Guarujá e Bertioga,  causando indignação de usuáriosApenas uma embarcação está operando na travessia entre Guarujá e Bertioga, causando indignação de usuáriosFoto: Divulgação

Um verdadeiro martírio. É assim que um usuário da travessia da balsas entre Guarujá e Bertioga definiu a situação que vem ocorrendo desde a última segunda-feira (10), por conta de apenas uma embarcação se encontrar em operação. A espera na fila, segundo ele, é de no mínimo uma hora.

No local, ele foi informado que a segunda embarcação – a travessia diária é realizada com apenas duas balsas – teria sido deslocada para operar na travessia entre Guarujá e Santos.

“Um caos. Se está balsa quebrar, nós ficaremos prejudicados sem alternativa de atravessar de carro. Descobriram um santo para cobrir outro. Isso não está certo”, desabafou.

Procurada ontem, a Desenvolvimento Rodoviário S/A (DERSA), concessionária do sistema, confirmou que a travessia Guarujá/Bertioga dispõe atualmente de uma embarcação, com capacidade para 12 veículos, que está operando em regime bate e volta. “A outra embarcação do sistema, com capacidade para 24 veículos, foi trazida para o estaleiro da empresa, no Guarujá, onde passa por substituição de hélices, manutenções nos eixos e revisão dos motores. A previsão é que ela esteja de volta até o fim do mês”, revelou a ­empresa.

Não é só a travessia de Bertioga que vem sofrendo pela falta de embarcações. Nos últimos 10 dias, a reportagem vem presenciando muita ­reclamação com ­relação a falta de balsas na travessia entre Guarujá e Santos, causando extensas filas.