Travessia de balsas Santos/Guarujá volta a operar com sete embarcações

Na próxima semana, a balsa FB – 2 será transferida para a travessia Guarujá/Bertioga

Comentar
Compartilhar
21 JUN 201110h34

A travessia de balsas Santos/Guarujá voltou a operar com sete embarcações. A Ferry Boat – 15 (FB-15) estava fora de operação desde janeiro e retornou à atividade desde o último sábado.

Segundo a Dersa, a FB-15 passou por uma reforma geral e volta remodelada. A embarcação tem capacidade para transportar 24 veículos e 132 passageiros. A FB-15 foi retirada de operação em janeiro deste ano e desde então, de acordo com a assessoria de imprensa da Dersa, a travessia Santos/Guarujá era feita com seis embarcações.

A travessia de balsas Santos/Guarujá transporta uma média diária de 25.258 veículos, 9.859 bicicletas e 270 pedestres, segundo estatísticas levantadas pela Dersa. Com a volta da FB-15, as outras embarcações que operam na Santos/Guarujá podem ser remanejadas para atender picos de demanda em outras travessias, em determinados períodos do ano, quando solicitadas.

É o que acontecerá na próxima semana. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Dersa, a travessia voltará a operar com seis embarcações porque a Ferry Boat – 2 (FB – 2) será transferida para a travessia Guarujá-Bertioga. A capacidade dessa balsa é de 18 veículos. Depois a balsa será retirada de operação para manutenção, sem previsão de retorno.

FB-15

Nos próximos quatro anos, a embarcação ficará livre de novas reformas, devendo passar apenas por manutenções preventivas programadas, não prejudicando o sistema de travessia. Esse é o tempo de validade do CSN da FB-15 (Certificado de Segurança de Navegação), que foi renovado por esse período.

Entre os serviços que foram executados estão: pintura geral; chapeamento total de convés; substituição de motores e praça de máquinas, redes elétricas e hidráulicas, equipamentos de salvatagem e incêndio, equipamentos de comunicação aos passageiros (rádio, alto falantes), entre outros.

Vale do Ribeira

Até o final do mês, outras duas embarcações que estavam em reforma, a Lancha Valongo, da Travessia Cananéia/Ariri, e a FB-Ribeira, da Cananéia Ilha/Cananéia Continente, também devem votar a operar. Assim, o sistema de travessias litorâneas volta a normalidade para a alta temporada.

Serviço ao usuário

Sobre o sistema operacional das travessias como número de embarcações em operação e condições meteorológicas, o usuário poderá obter informações por meio do número 0800 77 33 711, pelo site www.dersa.sp.gov.br ou no Twitter @travessiasdersa.