Trabalhos para implantação de nova rede de drenagem na Vila Edna seguem a todo vapor

Os trabalhos estão concentrados na implantação de 12 metros de tubulação com um metro de diâmetro em área próxima a Usafa Jardim Brasil

Comentar
Compartilhar
06 FEV 201516h44

Com o objetivo de minimizar os impactos das chuvas na Vila Edna e melhorar o escoamento das águas pluviais do bairro, a Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria de Operações Urbanas está trabalhando desde o mês de dezembro na implantação de nova rede de drenagem na Avenida Prefeito Raphael Vitiello, em seu trecho entre o Conjunto Habitacional Parque da Montanha e a Unidade de Saúde da Família (Usafa) do bairro.

Estas intervenções na antiga Avenida Brasil, foram momentaneamente interrompidas pelo Município em função da necessidade de criação de uma opção de tráfego ao transporte urbano local, uma vez que o avanço das obras a partir da Escola Estadual Cora Coralina, necessitará de interrupção do trânsito na Avenida.

Em razão disso, os trabalhos da Secretaria de Operações Urbanas estão concentrados na implantação de 12 metros de tubulação com um metro de diâmetro em área próxima a Usafa Jardim Brasil, medida que possibilitará a criação de uma passagem para os ônibus sobre o canal da Avenida Antenor Pimentel, e, a posterior implantação de um novo ponto final para os ônibus da região.

Este novo ponto de ônibus oferecerá mais conforto aos usuários de transporte coletivo, uma vez que ele não estará localizado em meio à avenida de grande movimento, possuirá bancos e abrigo para proteger da chuva.

É importante ressaltar que esta medida permitirá aos ônibus fazerem novo trajeto e atender aos moradores da Vila Edna, liberando assim a retomada das obras de drenagem na Raphael Vitiello e a implantação de rede de esgoto na Avenida Antenor Pimentel.

Vale lembrar que esta obra está sendo realizada por profissionais do Centro de Apoio Operacional Morrinhos e será integralmente custeada pelo tesouro municipal e quando finalizadas, estas intervenções garantirão a eficiência das novas galerias que reduzirão significativamente os problemas de enchentes enfrentados pela comunidade local.

Colunas

Contraponto