X

Cotidiano

Tiroteio com a polícia na marginal Pinheiros termina com homem morto

Ele teria descido atirando nos policiais, que revidaram e o mataram

Folhapress

Publicado em 20/02/2024 às 09:43

Atualizado em 01/04/2024 às 11:47

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O carro que o homem dirigia era roubado e estava com as placas adulteradas / Divulgação

Na madrugada desta terça-feira (20), um homem morreu em tiroteio com a Polícia Militar na marginal Pinheiros, em São Paulo.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O motorista de um carro que passava pelo local foi considerado suspeito, segundo informações da polícia, e recebeu ordem de parada do veículo, durante patrulhamento de rotina.

Ele teria descido atirando nos policiais, que revidaram e o mataram.

Três faixas da marginal ficaram interditadas do início da madrugada até o começo da manhã, quando a perícia chegou para examinar o corpo e as circunstâncias do tiroteio. O trânsito ficou lento na região.

O carro que o homem dirigia era roubado e estava com as placas adulteradas.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Emergenciais

Estado diz que investiu R$ 2,2 milhões em obras no Escolástica Rosa

O conjunto arquitetônico formado por salas de aula, orfanato, capela e oficinas profissionalizantes foi inaugurado em 1908

RUÍNAS

Restauração do Escolástica Rosa começa no 'fim do mês', diz Nupec

Patrimônio histórico tombado foi inaugurado em 1908 à beira-mar e formou gerações de santistas, mas está abandonado, tomado pelo mato e em ruínas

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter