Testagem rápida da hepatite C continua nesta terça no Ambesp Central

A testagem rápida faz parte da programação do Julho Amarelo – Mês de Luta contra as Hepatites Virais

Comentar
Compartilhar
23 JUL 2018Por Da Reportagem19h30
Teste está sendo oferecido nesta segunda (23) e terça (24), das 8h às 15hTeste está sendo oferecido nesta segunda (23) e terça (24), das 8h às 15hFoto: Divulgação/PMS

O diagnóstico precoce da hepatite C, que agiliza o início do tratamento e evita complicações como cirrose e câncer de fígado, está sendo oferecido nesta segunda (23) e terça (24), das 8h às 15h, no Ambulatório de Especialidades da Região Central Histórica (Av. Conselheiro Nébias, 199, Paquetá).

Na unidade da Prefeitura, a ONG Grupo Esperança e a Secretaria Municipal de Saúde ofertam o teste rápido da doença, orientação e aconselhamento com a distribuição de material informativo.

Em apenas duas horas e meia da ação, foram testadas 150 pessoas. "O pessoal me falou do teste e aproveitei para fazer. Importante sempre ficar atento se não tem nenhuma doença e estar em dia com a saúde", contou a garçonete Juliana dos Santos Silva Soares, 33 anos. Moradora do Morro Nova Cintra, ela foi acompanhar uma amiga na consulta com endocrinologista. "Tenho três tatuagens e não sabia desta forma de transmissão", disse sobre a orientação que recebeu da possibilidade de contágio da hepatite C por aparelhos perfurocortantes.

Já o aposentado José Saturnino de Cerqueira, 78 anos, residente no Embaré, foi ao Ambesp para avaliação com oftalmologista. "Nunca tinha feito este teste e aproveitei. Graças a Deus está tudo bem".

A testagem rápida, que faz parte da programação do Julho Amarelo – Mês de Luta contra as Hepatites Virais, dura cerca de 10 minutos e a pessoa não precisa estar de jejum para a realização. Pode fazer quem tem mais de 12 anos, sendo o público-alvo principal as pessoas com mais de 40 anos.

Os munícipes de Santos que tiverem resultado reagente (positivo) são encaminhados para o Serviço de Atendimento Especializado - SAE Adulto (Rua Silva Jardim, 94), da Secretaria de Saúde; moradores de outras cidades para os serviços especializados dos respectivos municípios.

Dicas de prevenção às hepatites virais:

Hepatite A

Lave frutas e verduras com água tratada ou água sanitária.

Lave as mãos após usar o banheiro.

Cozinhe bem os mariscos ou frutos do mar.

Hepatite B

Vacine-se.

Use camisinha sempre.

Utilize instrumentos de manicure/pedicure individuais ou esterilizados.

Não compartilhe escovas de dentes ou lâminas de barbear ou de depilar.

Não compartilhe equipamentos para uso de drogas (agulhas, seringas, cachimbo, canudo).

Não compartilhe materiais para fazer tatuagens ou piercings.

Hepatite C

Utilize instrumentos de manicure/pedicure individuais ou esterilizados.

Não compartilhe escovas de dentes ou lâmina de barbear ou depilar.

Não compartilhe equipamentos para uso de drogas.

Não compartilhe materiais para fazer tatuagens ou piercings.