SV: Terceira etapa de vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira

Público-alvo pode comparecer em um dos 26 postos de imunização das 13h30 às 15h30

Comentar
Compartilhar
08 JUN 2021Por Da Reportagem16h32
Esta nova fase deve vacinar pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, entre outrosEsta nova fase deve vacinar pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, entre outrosFoto: Divulgação/PMSV

A terceira e última fase da campanha de vacinação contra a gripe (Influenza) tem início nesta quarta-feira (9). Em São Vicente, todas as 26 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Estratégias de Saúde da Família (ESFs) aplicam as doses no público-alvo, de segunda a sexta, das 13h30 às 15h30.

Esta nova fase deve vacinar pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com alguma deficiência permanente, profissionais da força de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e detentos.

Os públicos da primeira e segunda etapa, que ainda não se imunizaram, também podem procurar uma UBS ou ESF para garantir a aplicação. A meta da ação é vacinar 90% do público-alvo.
Intervalo entre vacinas: Covid x Gripe - É importante ressaltar que quem tomou a vacina contra a Covid-19 precisa aguardar 15 dias para tomar a vacina da gripe. E quem tomar a vacina da gripe também precisa aguardar 15 dias para tomar a vacina contra a Covid-19, sendo primeira ou segunda dose.

Outra recomendação das autoridades em saúde é que as pessoas priorizem a vacina contra a Covid-19, principalmente quem está prestes a recebê-la ou já tomou a primeira dose e aguarda a segunda.

Balanço

A cidade já imunizou 30.542 pessoas contra a gripe. Desse público, 10.221 são crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), 1.208 gestantes, 2.603 profissionais da saúde, 364 puérperas, 71 indígenas, 15.436 idosos com 60 anos ou mais e 609 professores.