Tempestades com raios e ventanias devem atingir a Baixada Santista até sexta

Em Santos, o acumulado pluviométrico das últimas 72 horas é de 231,6mm e os morros permanecem em estado de atenção

Comentar
Compartilhar
03 FEV 2020Por Da Reportagem16h22
Defesa Civil orienta a todos que fiquem atentos a qualquer sinal de perigoFoto: Nair Bueno/DL

A Defesa Civil do Estado de São Paulo alerta para a chegada de tempestades acompanhadas de raios e ventanias à Baixada Santista a partir desta terça-feira (4). O mau tempo deve permanecer na região até a próxima sexta-feira (7). O alerta vale também para os Vales do Ribeira e Paraíba, Litoral Norte e a Região Metropolitana de São Paulo, que são áreas mais vulneráveis.

Por conta deste cenário meteorológico, a Defesa Civil orienta a todos que fiquem atentos a qualquer sinal de perigo, como desabamentos, desmoronamentos, deslizamentos, enchentes, alagamentos, enxurradas e ocorrências relacionadas com raios e vento.

Recomenda-se nunca atravessar vias alagadas ou enfrente enxurradas e se morar próximo a encostas, a qualquer sinal de movimentação do solo, saia imediatamente e acione a Defesa Civil do seu município.

Morros de Santos

Em Santos, o acumulado pluviométrico das últimas 72 horas é de 231,6mm e os morros permanecem em estado de atenção. Com o solo já saturado em função das ocorrências do final de semana, aumentam as chances de deslizamentos.

Conforme a previsão do tempo, o volume de chuva esperado para os próximos três dias é de 45 a 90 milímetros. Para esta terça-feira (4), a meteorologia aponta para a probabilidade de 95% de precipitações com intensidade variando entre moderada e forte. Para quarta (5) e quinta-feira (6), as chances de chover são de 95% e 90%, respectivamente, com intensidade moderada.

Primeiros sinais de perigo:

No solo: trincas no terreno, degraus de abatimento ou rachaduras
Em casa: trincas novas no piso ou nas paredes, ou muros estufados
Inclinação de árvores, postes ou muros
Valas e surgências d'água com coloração mais barrenta que o normal
Estalos ou aumento das trincas em blocos ou paredões rochosos

Quem desejar receber alertas por celular basta enviar o CEP ou SMS para o número 40199. Em casos de emergência, o morador deve ligar para a Defesa Civil pelo telefone 199.