Tempestade atinge Cubatão na tarde desta sexta-feira

A chegada de uma frente fria causou deslizamentos, alagamentos e interrupção em rodovias

Comentar
Compartilhar
22 FEV 201319h40

A chegada de uma frente fria na tarde desta sexta-feira (22) provocou inúmeros alagamentos por toda a cidade de Cubatão, além de deslizamentos nas encostas da Serra do Mar que provocaram o represamento do tráfego nas pistas Norte (direção Santos/São Paulo) da Via Anchieta (KM 46, 49 e 51) e Imigrantes (KM 56 a 52) e cortes momentâneos no fornecimento de eletricidade em alguns pontos da cidade.

Segundo o monitoramento do Sistema de Alertas a Inundações de São Paulo (Saisp), foram registrados em Cubatão 119,2 mm de pluviosidade em apenas uma hora (das 16 às 17 horas). Na hora seguinte, até 17,40 horas, quando a chuva declinou, foram registrados mais 46 mm, acumulando 166,6 mm nesses 100 minutos de chuva.

A Coordenadoria Municipal da Defesa Civil de Cubatão (Comdec) está com todas as suas equipes em campo, atendendo grande número de chamados relacionados com os transtornos causados pelas chuvas.

Foram registrados em Cubatão 119,2 mm de pluviosidade em apenas uma hora de chuva (Foto: Divulgação)

Relatório do Comec

As primeiras informações da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil (Comdec) de Cubatão registram apenas prejuízos materiais, não se confirmando qualquer morte em decorrência da tempestade que atingiu a cidade na tarde desta sexta-feira. Essa informação também é confirmada pelo Corpo de Bombeiros, que realizou alguns resgates de moradores, principalmente em áreas onde ocorreram alguns deslizamentos.

Foram registrados deslizamentos no Caminho dos Pilões, na Cota 200 (ruas 9 e 16), um deslizamento de pequeno porte na Cota 95 (Rua Santino) e a queda de um muro de arrimo na Rua João Paulo II. A Defesa Civil também recebeu comunicações de alagamentos em pontos diversos do município, sendo que alguns atendimentos ficaram comprometidos devido ao engarrafamento registrado no sistema Anchieta-Imigrantes e nas vicinais municipais.

O monitoramento de pluviosidade no município pelo Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) registrou 100,8 mm no ponto de controle Portão 40 e 93,4 mm na Cota 400, durante as últimas 24 horas. Os valores acumulados em 84 horas, até as 18h30, são respectivamente 104,6 mm  (Portão 40) e 109,2 mm (Cota 400). Em decorrência, o nível atual no PPDC é de "Atenção".