TCE manda Dersa mudar edital do túnel Santos/Guarujá

O empreendimento, que será administrado pela concessionária estatal, está orçado em R$ 2,8 bilhões e previsto para ser entregue em 2018

Comentar
Compartilhar
06 ABR 201515h43

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) determinou que a DERSA (Desenvolvimento Rodoviário S/A) corrija o edital da obra do túnel submerso que ligará Santos ao Guarujá, no litoral paulista, e abra uma nova licitação para a empreitada.

O empreendimento, que será administrado pela concessionária estatal, está orçado em R$ 2,8 bilhões e previsto para ser entregue em 2018. Pelo primeiro cronograma, a obra deveria ter começado em março de 2015. Na decisão, assinada pelo conselheiro Dimas Eduardo Ramalho, o tribunal aponta 24 falhas contidas no primeiro edital da obra e pede para que elas sejam retificadas em uma nova versão.

Em janeiro, o TCE já havia determinado a paralisação da licitação da obra, decisão assinada pelo mesmo conselheiro. Segundo o voto, a determinação teria sido adotada para "afastar possíveis improbidades" apontadas na concorrência.

O TCE-SP determinou que a DERSA corrija o edital da obra do túnel submerso que ligará Santos ao Guarujá (Foto: Divulgação)

As suspeitas foram levantadas por um conjunto de empresas que, sob alegação de terem sido prejudicadas no processo licitatório, moveram uma ação contra a Dersa na Justiça. As autoras da ação são as construtoras Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Ferroval Agroman e Carioca Christiani-Nielsen Engenharia.

Procurada pela reportagem, a DERSA informou por meio de nota que não vai se manifestar sobre o assunto até que o TCE oficialize a decisão.