PLANOS

Tarcísio anuncia planos de concessão de rodovias e trem de SP a Campinas

O pacote também inclui obras prometidas há décadas, como a conclusão do trecho norte do Rodoanel

TULIO KRUSE - FOLHAPRESS

Publicado em 28/02/2023 às 16:16

Atualizado em 28/02/2023 às 16:21

Comentar:

Compartilhe:

A linha 13 - Jade de trens metropolitanos também está incluída no pacote; o trecho liga a Capital ao Aeroporto de Guarulhos / Governo de SP

O governo estadual de São Paulo terá uma reunião na tarde desta terça-feira (28) para discutir um pacote com mais de dez projetos de concessões e parcerias com a iniciativa privada, a maioria na área de transportes. 

O pacote inclui obras prometidas há décadas, como a conclusão do trecho norte do Rodoanel, o Trem Intercidades entre a capital e Campinas, novas linhas de trem e metrô e uma nova travessia entre Santos e Guarujá. 

Na prática, a reunião servirá para apresentar a secretários estaduais -especialmente das áreas de transportes metropolitanos, meio ambiente, infraestrutura e logística- os planos feitos pela pasta de Parcerias e Investimentos para algumas das principais obras estaduais. 

Parte dos projetos que serão debatidos com o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) ainda está na fase de estudos, e uma minoria já terá lançamento de editais e chamamento para audiências públicas nas próximas semanas. 

O pacote prevê estudos para a concessão de quatro linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos): 10-turquesa, 11-coral, 12-safira e 13-jade. Além disso, prevê a concessão de linhas que ainda não foram construídas, mas são planejadas pela Secretaria de Transportes Metropolitanos. 

Neste último caso estão a linha de trem 14-ônix (que ligaria Guarulhos à região do ABC paulista), a linha 19-celeste (entre Guarulhos e o vale do Anhangabaú) e a 20-rosa (da Lapa ao ABC). 

A intenção é anunciada num momento em que a operação de linhas de trem pela iniciativa privada é questionada pelo Ministério Público estadual. A concessão das linhas 8-diamante e 9-esmeralda é alvo de um inquérito que investiga falhas, descarrilamentos e falta de manutenção. O promotor Silvio Marques, responsável pela investigação, é favorável ao fim do contrato com a concessionária. 

No transporte sobre trilhos, a intenção do governo é fazer do trecho entre capital e Campinas o primeiro de quatro trens intercidades. A ligação é uma promessa feita a décadas feita por sucessivos governos estaduais. Há projetos preliminares para conectar a capital a São José dos Campos, Sorocaba e Santos. 

O governo também quer conceder um total de 1.800 quilômetros de rodovias estaduais. Isso inclui a rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-55) e outros trecho da Rio-Santos. Também serão apresentados estudos para a construção de um túnel entre Santos e Guarujá, ideia que também tem décadas de idade. 

Conforme antecipado pela agência Reuters, o governo estadual também pretende contratar estudos para a privatização da Sabesp. 

"Eu acredito muito no poder da iniciativa privada, é por isso que hoje a gente vai qualificar o projeto da travessia seca Santos-Guarujá, qualificar o trem intercidades que vai ligar Campinas a São Paulo, que é o primeiro trem intercidades de outros que virão", adiantou o governador na manhã de terça-feira.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Haja Paciência! Saída de Praia Grande tem 5 km de lentidão; veja trechos

O epicentro do problema acontece na Avenida Ayrton Senna

São Vicente

Equipe de companhia elétrica é espancada ao tentar cortar luz no Litoral de SP; VEJA

Caso aconteceu em São Vicente e um homem precisou ser hospitalizado

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter