Sócio da Boate Kiss está sob custódia da polícia

O empresário Elissandro Callegaro Spohr está sob custódia da Polícia Civil e aguarda decisão da Justiça sobre a penitenciária para a qual será levado.

Comentar
Compartilhar
06 FEV 201311h50

O empresário Elissandro Callegaro Spohr, sócio da Boate Kiss, em Santa Maria (RS), está sob custódia da Polícia Civil do estado e aguarda decisão da Justiça sobre a penitenciária para a qual será levado. O local onde Spohr está sendo mantido não foi informado.

O empresário recebeu alta do Hospital Santa Lúcia, no município de Cruz Alta, na noite desta terça-feira (5). A defesa de Spohr, conhecido como Kiko, entrou com um pedido na Justiça para que ele seja levado para a Penitenciária de Ijuí, no interior do estado.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a expectativa é que a resposta do Judiciário saia ainda nesta quarta-feira (6).

Elissandro teve a prisão temporária por mais 30 dias, assim como os dois músicos da banda Gurizada Fandangueira e o outro sócios da Boate Kiss, onde o incêndio na madrugada do último dia 27 já vitimou 238 pessoas, Mauro Hoffman.

Kiko, como é conhecido um dos sócios da Boate Kiss, foi hospitalizado após tentar se enforcar com a mangueira do chuveiro (Foto: Reprodução)