Situação sai em defesa das prerrogativas dos advogados

Os presidentes de ambas as chapas concorrem à reeleição

Comentar
Compartilhar
22 JAN 201323h33

Candidatos das chapas de situação que concorrem ao pleito eleitoral para a nova diretoria executiva da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da subseção Santos e da seccional paulista visitaram ontem a redação do Diário do Litoral. Os presidentes de ambas as chapas concorrem à reeleição.

As duas chapas defendem a garantia das “prerrogativas profissionais dos advogados”. O presidente licenciado da seccional OAB-São Paulo, Luiz Flávio Borges D’Urso, que concorre ao terceiro mandato, enfatizou a necessidade de se “criminalizar a violação das prerrogativas” na relação advogado-autoridades.

“Há autoridades que desesreitam essas prerrogativas. São exceções, mas há juízes, promotores e delegados que não recebem os advogados, que impedem o acesso a processos, ou aos clientes presos, a inquéritos, entre outros problemas. E essas prerrogativas profissionais estão previstas em lei”, explicou D’Urso, sugerindo pena de reclusão de seis meses a dois anos por desrespeito ao profissional.

D’Urso afirmou que concorre ao terceiro mandato consecutivo com a anuência de pelo menos 208 lideranças da OAB no interior do Estado, de um total de 223; entre elas, o presidente da OAB-Santos, Rodrigo Lyra. D’Urso disse ainda que sua chapa tem o apoio de dez das 11 subseções da Capital paulista.

“O terceiro mandato é permitido por lei (Lei federal nº 8.906/94 do Estatuto da OAB). Meu projeto pessoal era o Conselho Federal, mas houve uma mobilização pela continuidade à frente da seccional e vejo isso como uma convocação”, declarou D’Urso.

‘Avança OAB!’ é o lema de campanha da chapa encabeçada por Rodrigo Lyra para as eleições do próximo dia 17, em Santos. Lyra, cuja chapa é composta por quatro novos membros, destacou também que sua candidatura ao terceiro mandato consecutivo deve-se a um pedido do grupo para a continuidade de sua gestão.

Aproveitando a presença dos membros de ambas as chapas, Lyra ressaltou que a chapa que concorre à OAB seccional possui 130 membros, entre eles advogados de cidades da Baixada Santista, como José Rodrigues Tucunduva Neto, que foi vice-prefeito de Guarujá e concorre como conselheiro.

Lyra disse que a OAB Santos possui 7.500 inscritos, aptos a votar no dia 17. Já em todo o estado são 220 mil advogados. Mais informações sobre as chapas e suas propostas podem ser acessadas nos sites www.rodrigolyra.com.br e www.soumaisdurso.com.br

Em Santos, o pleito será das 10 às 18 horas, na sede da OAB e na Sociedade Humanitária (Praça José Bonifácio ao lado da sede). A chapa vencedora será conhecida no mesmo dia. O mandato é de três anos e a posse da chapa eleita será no dia 1º de janeiro de 2010.