Sítio Conceiçãozinha pede melhorias

Moradores do Sítio Conceiçãozinha esperam por providências do poder público há anos

Comentar
Compartilhar
03 MAR 201300h57

Cerca de mil famílias moram em condições precárias que vão desde a falta de urbanização do bairro à inexistência de rede de água e esgoto. “A rua é cheia de buracos, tem sujeira na porta das casas. Quando chove vira uma lama só e ninguém toma providência. Em época de eleição eles vem aqui e prometem melhorias, mas até agora nada foi feito”, afirmou a dona de casa, Zuleide de Oliveira Lopes.

As casas da comunidade são abastecidas de forma clandestina e captadas pelos moradores através de um reservatório existente à margem da Via Santos Dumont. “A água está barrenta e sem condições de consumo”, afirmou o motorista, José Pereira.

Já o guarda-noturno, Carlos Dantas, disse que as pessoas se arriscam ao atravessar a Via Santos Dumont por causa da falta de sinalização. “Falta um semáforo aqui. Já aconteceu até atropelamento”.

Outra queixa dos moradores é a falta de uma passagem para pedestres ligando a avenida ao bairro. Para chegar ao local, eles precisam atravessar os trilhos da malha ferroviária. A dona de casa Lindinalva Maria Barbosa da Silva relatou a sua dificuldade ao atravessar os trilhos e Dantas sugeriu o aterramento dos trilhos de modo que não prejudique o fluxo de trens e reduza os riscos de acidentes para as pessoas.