Sistema de câmeras começa a ser instalado em Cubatão

Segundo a Prefeitura, a instalação dos equipamentos será concluída na primeira quinzena de março

Comentar
Compartilhar
26 FEV 201511h52

A instalação das câmeras de videomonitoramento já começaram em Cubatão. As primeiras foram colocadas na Avenida Nove de Abril, próximo às instalações da Companhia Brasileira de Estireno (CBE). Até o final da próxima semana, todas as 35 câmeras inicialmente programadas estarão instaladas. Dos 35 postes, apenas falta instalar um, próximo à Usiminas, devido a um ajuste de posicionamento para melhor transmissão em radiofrequência. Também a sala de controle do sistema já está recebendo os equipamentos, e em meados de março começa o treinamento dos operadores, para que o sistema possa entrar em operação já nos dias iniciais de abril.

O secretário municipal de Segurança Pública e Cidadania, Armando Campinas Reis Júnior, explica que cinco câmeras dotadas de giro em 360 graus e capacidade para uso com reconhecimento ótico de caracteres (OCR, na sigla inglesa) estão sendo instaladas em pontos mais estratégicos. Uma delas será instalada na Avenida Nove de Abril, próximo à Igreja Matriz; outra, no Jardim Casqueiro e uma terceira no Vale Verde. Os locais das duas restantes ainda serão definidos.

As primeiras câmeras já foram colocadas na avenida (Foto: Aderbau Gama/PMC)

Também já começou a instalação da sala de controle do sistema de videomonitoramento, que funcionará inicialmente no Paço Municipal. A previsão é que no início da segunda quinzena de março já possam começar os treinamentos dos servidores municipais de carreira que operarão o sistema, acompanhados por representantes da Polícia Militar, cuja presença agilizará os contatos com o policiamento, quando houver necessidade. Também estão sendo definidos protocolos de segurança para o controle das imagens captadas, visando proteger o sigilo desse material.

Integração

Assim que completada essa instalação, começará também a integração com os sistemas de videomonitoramento já existentes em escolas, unidades de saúde e outros próprios municipais, conforme as possibilidades de compatibilização para o envio do sinal à central de controle.

Prevê o secretário que, a partir deste passo inicial, com as 35 câmeras em fase de instalação pela empresa Goldnet,  a expansão do sistema seja muito rápida, pois já estão sendo estudadas as possibilidades de integração com equipamentos da Ecovias, bancos, empresas e até mesmo de residências.