Série de ataques mata pelo menos 29 pessoas no Iraque

Policiais relataram que o mais brutal dos ataques ocorreu à noite, quando um homem-bomba jogou o seu veículo carregado de explosivos contra um posto de controle das forças de segurança

Comentar
Compartilhar
25 MAR 201418h19

Uma onda de ataques no Iraque nesta terça-feira matou pelo menos 29 pessoas, a maioria membros das forças de segurança.

Policiais relataram que o mais brutal dos ataques ocorreu à noite, quando um homem-bomba jogou o seu veículo carregado de explosivos contra um posto de controle das forças de segurança localizado nos subúrbios do nordeste de Bagdá, matando seis soldados e três civis. Os funcionários do governo acrescentaram que 21 pessoas ficaram feridas no ataque.

Algumas horas antes, homens armados atacaram um posto do Exército no município de Tarmiyah, ao norte de Bagdá, matando oito soldados e ferindo 13.

Também nesta terça-feira uma bomba atingiu o comboio do legislador sunita Salim al-Jubouri no distrito de Ghalibiya, em Bagdá. Dois guarda-costas foram mortos e outros sete ficaram feridos no ataque, segundo a polícia.

Uma onda de ataques no Iraque matou pelo menos 29 pessoas (Foto: Associated Press)

No oeste da capital iraquiana, um carro-bomba explodiu em uma rua comercial, matando quatro pessoas e ferindo outras 12.

A polícia relatou que a explosão de uma bomba perto de um mercado no subúrbio de al-Rahseed, no sul de Bagdá, matou uma pessoa e feriu outras cinco.

Na cidade de Mosul, no norte do país, homens armados alvejaram um posto de controle do Exército, baleando e matando cinco soldados.

Médicos de hospitais iraquianos confirmaram as mortes de todos os ataques. Todos os funcionários do governo iraquiano falaram sob condição de anonimato por não estarem autorizados a discutir esses assuntos com meios de comunicação.