Senai investe R$ 110 milhões em prédio novo

Complexo abrigará a escola e o Centro de Tecnologias e Atendimento de Petróleo e Gás

Comentar
Compartilhar
01 SET 201411h10

O novo complexo educacional do Senai-SP que abrigará também o Centro de Tecnologias e Atendimento de Petróleo e Gás será inaugurado em 2016. O empreendimento está sendo construído no mesmo terreno da antiga escola, na Ponta da Praia, em Santos. O edifício está sendo demolido. As obras começaram em abril.

De acordo com o projeto, a nova unidade compreende duas torres de nove andares e terá 28,5 mil metros quadrados, incluindo pé direito com 25 metros para treinamento de movimentação de contêineres. O novo complexo educacional terá capacidade para 2,4 mil alunos diariamente.

Além dos cursos tradicionais de mecânica, elétrica, informática e instrumentação, a nova unidade ampliará a oferta da grade nas áreas de porto e petróleo e gás, reservando um ambiente de ensino específico para operação com robôs subaquáticos.

O investimento estimado é de R$ 110 milhões, sendo R$ 80 milhões aportados para obras e R$ 30 milhões para aquisição de equipamentos como robôs subaquáticos e simuladores de cavernas digitais 3D.

O edifício atual está sendo demolido. O novo prédio tem previsão de inauguração em 2016 (Foto: Luiz Torres/DL)

Na unidade, haverá laboratórios para atender ao setor portuário e ao setor de petróleo e gás. No caso do setor portuário, a escola contará com um laboratório de inteligência, centro de operações multimodais, laboratório de automação e inovação portuária, simulador de operações com cavernas digitais 3D, laboratórios de práticas operacionais como o manuseio de empilhadeiras.

Para o setor de petróleo de gás haverá um laboratório de instrumentação e controle de processos e redes industriais, laboratório de simulação de operação de guindaste, um tanque com 250 mil litros de água para a operação dos robôs ROV (Remote Operated Vehicle).

Instalações provisórias

Durante a realização das obras nos próximos dois anos, os alunos do Senai-SP estudarão na Unidade I, à Rua Brás Cubas, 344 e na Unidade II, à Rua República do Equador, 173. Ao todo, o Senai-SP tem mais de 16 mil estudantes que serão transferidos para a nova unidade na Ponta da Praia. 

Sesi-SP

Outro investimento paralelo da indústria é a construção de uma nova unidade do Sesi-SP na região. Ao menos R$ 40 milhões serão investidos na construção e adequação do novo prédio com quatro andares. As novas instalações devem ser entregues também no início de 2016.

A unidade do SESI está sendo adequada para a implantação do Ensino Fundamental em tempo integral e absorção da escola externa, da Rua Prof. Nelson Spíndola Lobato.

Atualmente, as duas escolas atendem 1.404 alunos nas modalidades Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA).