Seminário "A imagem da mulher na TV"

Luiza Erundina participa de seminário em Santos

Comentar
Compartilhar
02 MAR 201321h50

Conforme contato telefônico envio release sobre o evento.No próximo dia 27/07, a Ong Observatório da Mulher para dar início às atividades do núcleo santista, realizará o seminário “A imagem da mulher na mídia televisiva”. Pela primeira vez em nossa região um evento aborda essa temática.

A deputada federal e ex- prefeita de São Paulo Luiza Erundina será uma das palestrantes juntamente com a presidente do Observatório em São Paulo, a psicóloga e pesquisadora Rachel Moreno.

Ligarei no horário combinado para saber a data que integrantes do Observatório possam ir à redação conceder entrevista. O Observatório da Mulher, associação de mulheres que atuam em São Paulo, e que recentemente criou um núcleo em Santos, realizará nesta sexta-feira, 27 de julho, em parceria com o Sindaport e o Grupo Rodrimar, o seminário “A imagem da mulher na mídia televisiva”.

A iniciativa pioneira em nossa região, terá como palestrantes a deputada federal e ex prefeita de São Paulo Luiza Erundina que abordará a temática “A sociedade está mobilizada para qual TV?” e a presidente do Observatório, a psicóloga Raquel Moreno que falará sobre o tema “A imagem da mulher e a subjetividade”.

O objetivo do seminário é conscientizar a população a cerca da representação das mulheres nos meios de comunicação e de mostrar propostas que visem contemplar a diversidade feminina. Com tantas jovens mulheres sofrendo de anorexia, pelo Brasil ser o país campeão de gastos com cosméticos e a insatisfação crescente das mulheres com seus corpos, torna-se importante a reflexão de como essas mulheres sentem-se representadas.

Constituído em 10 de outubro de 2005, no 10º Encontro Feminista Latino Americano e do Caribe, o Observatório da Mulher, com sede em São Paulo, tem como objetivos desenvolver programas e projetos destinados à promoção de intercâmbios e pesquisas dedicados ao fortalecimento das relações entre povos e governos do Brasil com outros países, voltados para a superação das desigualdades históricas de origem de gênero e étnica.

A Entidade, recém instalada em nossa cidade, atua na área das questões de gênero com recorte étnico-racial, de cidadania, exclusão social e desenvolvimento sustentável. O evento se realizará na sede do SINDAPORT, Rua Júlio Conceição, 91, às 19h, aberto ao público e com entrada franca.