SEDUC

Semana Santa: Procon dá dicas para quem vai comprar peixes

Consumidor deve ficar atento com o armazenamento.

Comentar
Compartilhar
14 ABR 2019Por Da Reportagem14h48
Consumo de peixe na Semana Santa é tradicional entre católicos.Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Procon-SP,  vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, orienta os consumidores sobre os cuidados com as compras de peixes, alimento tradicional nas comemorações da Páscoa.

Os peixes frescos devem estar conservados em gelo. A higiene e o armazenamento são itens importantes: no supermercado, devem estar em balcão frigorífico, e na feira, é necessário ter gelo picado por cima, estar exposto em balcão de aço inox inclinado e protegido do sol e de insetos, além de ser obrigatório que o feirante use luvas descartáveis.

No caso do peixe congelado e aqueles que são vendidos em embalagens, o balcão onde estiver armazenado não pode estar superlotado. Isso impede a circulação do ar frio e compromete a qualidade. O produto deve estar conservado sempre a temperaturas inferiores a -18 °C, e o resfriado abaixo de  0 °C.

Na embalagem deve constar as seguintes informações: peso líquido, identificação do país de origem e do produtor, lote, registro no órgão de fiscalização competente, indicação de temperatura para conservação, data de acondicionamento e prazo de validade, além do carimbo do Serviço de Inspeção Federal. Em São Paulo, este carimbo pode ser substituído pelo do Serviço de Inspeção de São Paulo ou Serviço de Inspeção Municipal.