Sem pagar funcionários, creche em São Vicente fecha

Os problemas da unidade começaram no mês de março, conforme relatam pais de alunos

Comentar
Compartilhar
26 MAI 201510h53

Pais e mães de cerca de 50 alunos da Creche Municipal Judith Cunha Amorim, na Cidade Náutica, em São Vicente, deixaram de levar seus filhos à unidade, que está fechada há três dias devido à falta de pagamento de salário aos funcionários.

Os problemas na creche, situada em uma área conhecida como Náutica III, começaram em março, segundo relatam os pais dos alunos.

Na quinta-feira passada, quase faltou merenda para atender as crianças nas cinco refeições diárias servidas na unidade.

Uma mãe de um aluno afirmou que graças a doações, as crianças conseguiram fazer as cinco refeições. A unidade oferece café e lanche pela manhã, almoço, lanche da tarde e sopa.

“Deixei de trabalhar porque não tenho com quem deixar meu filho”, relatou outra mãe, moradora da Náutica III, e que trabalha como doméstica autônoma.

 Creche, que atende 50 alunos, fica em uma área carente do bairro (Foto: Reprodução)

Conforme o Diário do Litoral mostrou em reportagem publicada no último dia 7, pelo fato de o mandato do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) estar vencido desde dezembro do ano passado, a Prefeitura de São Vicente deixou de receber nos meses de fevereiro, março e abril os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) do Governo Federal. Os valores somavam R$ 1.158.585,60, à época.

A falta desse recurso já podia ser sentida, desde o começo do mês, na merenda escolar das unidades municipais de Ensino, segundo contaram pais de alunos.

Sem resposta

Embora o Diário do Litoral tenha encaminhado e-mail, às 15h59 de ontem, o pedido de respostas sobre a situação do local e reforçado, por telefone, uma hora depois, a assessoria de imprensa não retornou os contatos feitos pela Reportagem.