Sem metrô, São Paulo tem 20% das ruas congestionadas

Das cinco linhas do metrô, três estão com movimentação prejudicada pela greve

Comentar
Compartilhar
05 JUN 201420h45

O congestionamento na capital paulista atinge 20,7% das vias da cidade, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) da prefeitura. Às 19h40, eram 185 quilômetros de filas: a maioria concentrada na zona sul, com 50 quilômetros, seguido da zona oeste, com 47, centro, com 37, leste, com 32 km, e norte, com 19.

Apesar da greve dos metroviários, que atinge 25 das 63 estações do metrô, o índice de trânsito está acima da média, mas não é recorde para o horário (28,7%). Das cinco linhas do metrô, três estão com movimentação prejudicada pela greve: a Linha 1 - Azul, a 2 - Verde, a 3 - Vermelha. A linha 4 - Amarela e a 5 - Lilás funcionam normalmente, conforme informou o Metrô.

Segundo a CET, a via com maior congestionamento é a pista local da Marginal Pinheiros, no sentido Castello Branco, com 8,9 quilômetros de filas, seguida pela Marginal Tietê, no sentido leste, na pista local, que registra 5,5 quilômetros.

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos informou que, nos trechos onde o metrô está operando, a transferência entre o Metrô e a companhia está sendo feita normalmente. As estações onde a transferência está normal são: Santo Amaro, Pinheiros, Brás e Luz. A integração com a Linha 4 - Amarela, nas estações Pinheiros e Luz, funciona normalmente.

A greve no metrô piora o trânsito em São Paulo (Foto: Evelson de Freitas/Estadão Conteúdo)