Segurança no trânsito é tema de campanha para caminhoneiros

Ação abordará saúde, segurança viária e combate à exploração sexual infantil

Comentar
Compartilhar
25 NOV 201412h00

Exames clínicos, intervenção teatral, música, entre outras atrações vão agitar o dia dos caminhoneiros que passarem pela Plataforma Logística de Cubatão, da Elog, no km 263 da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, na próxima quinta-feira (27). Com um programa completo para a conscientização dos motoristas, a Ecovias e parceiros atuarão em três frentes: segurança viária, saúde e combate à exploração sexual infantil.

Toda a atividade começa com a divertida abordagem do Dr. X e suas enfermeiras. Paródias de músicas da atualidade, criadas pelos personagens, serão um convite para um café e avaliações clínicas, como teste de glicemia e medição da pressão arterial, além de pequenos procedimentos odontológicos.

Após cuidar da saúde e bem estar, a atenção será voltada à segurança viária do caminhoneiro. Uma equipe da Ecovias distribuirá folhetos sobre a utilização correta do acostamento e dará outras dicas para evitar acidentes e fazer uma viagem tranquila.

Após cuidar da saúde e bem estar, a atenção será voltada à segurança viária do caminhoneiro (Foto: Matheus Tagé/DL)

“A saúde e segurança viária desses profissionais estão entre as principais preocupações da concessionária”, afirma o coordenador de tráfego da Ecovias, Raul Boff. “A ação é para conscientizar, mas também garantir um momento de descontração e relaxamento para esses trabalhadores que transitam diariamente pelas rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes”, completa.

O combate à exploração sexual infantil também será lembrado durante a Campanha dos Caminheiros. A Ecovias, em parceria com o Programa Na Mão Certa, distribuirá material informativo sobre a importância de preservar as crianças e adolescentes e de denunciar por meio do Disque 100.

A ação oferecerá ainda cristalização de para-brisas, mini prova de manobra e cadastro para a competição de “Melhor Motorista do Brasil”.

Perfil do caminhoneiro

Pesquisa divulgada em maio pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (Ipat) aponta que 78% dos 300 caminhoneiros entrevistados, usuários do Sistema Anchieta-Imigrantes, são empregados. Do total, 31,7% dirigem aproximadamente 12 horas por dia. Os dados apontam ainda que 27,4% são fumantes, 4% assumem ingerir bebida alcoólica diariamente e 28,4% bebem em fins de semana. Dentre os consultados, 7% assumem que já usaram algum tipo de droga e 28,3% dormem menos de 6 horas por noite.