Secretário diz que boa formação do aluno é meta da revisão da Progressão Continuada

Em Santos, o secretário de Estado da Educação, Hermam Voorwald, afirmou que a quantidade de ciclos na Progressão Continuada não é a questão e sim a recuperação oferecida ao aluno com dificuldades

Comentar
Compartilhar
23 MAR 201112h39

O secretário de Estado da Educação, professor Herman Voorwald, participou ontem do encontro dos professores da rede pública estadual – Polo 6, em Santos. O encontro que reuniu representantes de professores, dirigentes regionais de ensino e representantes dos funcionários aconteceu durante todo o dia, no Sesc (Rua Conselheiro Ribas, 136), no bairro Aparecida.

Este foi um dos encontros que serão realizados pelos 15 polos regionais da rede de ensino do Estado, com o objetivo de reunir propostas para a revisão do Sistema de Ensino do Estado de São Paulo. As propostas de cada categoria da rede de ensino que serão documentadas e entregues pelas diretorias regionais de Ensino à Secretaria de Estado.

Segundo o professor Herman, a Educação é uma das prioridades do governador Geraldo Alckmin. Na pauta, além da reformulação do regime de Progressão Continuada com Ensino Fundamental de nove anos, a política de valorização dos servidores da Educação que engloba salário, jornada de trabalho, carreira, e qualificação dos educadores.

Em relação à Progressão Continuada, o professor Herman esclarece que o objetivo principal é melhorar a formação do aluno com mudanças no processo de recuperação. “Hoje nós temos dois ciclos. A Progressão Continuada está sendo encarada hoje como a grande vilã da má formação do nosso estudante. O que nós estamos discutindo é a questão dos ciclos, mais um ciclo ou mais dois ciclos. Com a recuperação e avaliação isso refletirá na melhor formação do estudante”, explicou Herman. Mas, ressaltou que não será a quantidade de ciclos que refletirá na recuperação do aluno. “A questão não é nem os ciclos, o número de (ciclos), mas garantir a recuperação (dos alunos)”.

Segundo o secretário, o Estado ainda está recebendo propostas para a reorganização do Ensino Fundamental. “Iniciamos discussão sobre a Progressão Continuada que nós estamos chamando de Reorganização do Ensino Fundamental de nove anos. Solicitamos à rede que ela se manifeste sobre a progressão e recuperação. O objetivo é que qualquer que seja a manifestação que isso possa ser discutido e implantado no exercício de 2012”.

Em relação a revisão da Educação como um todo no Estado, Herman declarou: “o governador Geraldo Alckmin colocou a Educação como prioridade do Governo. O diálogo com a rede, com o magistério, com os servidores é fundamental para saber quais são as dificuldades e construir junto uma política pública”, afirmou o professor Herman.

“É uma honra receber o Dr. Herman. Pela primeira vez um secretário da Educação vem para ouvir o segmento. Isso nos conforta e acalenta o nosso sonho de nós termos uma educação realmente mais fortalecida com cada segmento, com mais propriedade e mais valorização da categoria. Com a valorização da pessoa, a auto-estima aumenta e, com certeza, vai reproduzir lá na sala de aula com o nosso aluno que é o nosso maior objetivo”, afirmou a dirigente regional da Diretoria de Ensino - Região de Santos, Rosemeire Ferreira Francisco. Rosemeire representa o polo 6 que engloba Santos e São Vicente, na Baixada Santista, Miracatu e Registro, no Vale do Ribeira.