Banner gripe

Secretária de Saúde de Cubatão pede desligamento do cargo

Rosana Pereira Madeira Grasso saiu da Secretaria de Saúde alegando motivos particulares. Ela ficou 11 meses no cargo

Comentar
Compartilhar
07 NOV 201212h00

O advogado André Takagochi Rinaldi é o secretário interino da Saúde desde o dia 1º. A ex-secretária Rosana Pereira Madeira Grasso pediu o desligamento do cargo alegando, segundo a Prefeitura, por motivos particulares. Rosana “optou por se dedicar a outros desafios em sua carreira”, explica a Administração através de nota da assessoria de imprensa.  

Em nota, a prefeita Marcia Rosa agradeceu o empenho e a dedicação da ex-titular pelos 11 meses em que Rosana esteve à frente da Saúde do Munícipio, desejando sucesso em sua nova caminhada. Formado em Direito, o novo secretário atua desde janeiro na Diretoria Administrativa da Secretaria de Saúde.

Em crise
 
A Administração Municipal de Cubatão é marcada pela frequente troca de secretários e, este ano, também está marcada pela crise que a fez demitir quase 400 funcionários da Marvin, responsável pela segurança patrimonial da Cidade, e cancelar eventos tradicionais como o Desfile das Escolas de Samba de 2013 e todos os eventos relacionados ao Carnaval.
 
Segundo o secretário de Cultura, Wellington Borges, o motivo para o cancelamento das festas é queda na arrecadação dos tributos municipais com a alegação de falta de recursos para a realização dos eventos.
 
Uma reunião estava marcada para as 18h30 da última segunda-feira entre os dirigentes dos blocos carnavalescos, a Secretaria de Cultura e o Chefe de Gabinete, José Carlos. No entanto, ela precisou ser remarcada para hoje no mesmo horário por conta da ausência do Chefe de Gabinete. Segundo a assessoria da Prefeitura, José Carlos estava em outra reunião e não conseguiu chegar a tempo para o encontro.
 
Apesar do cancelamento do Carnaval 2013, Welington Borges garante que o Município não pretende extinguir essa festa. Segundo o secretário, a intenção do Governo Marcia Rosa é fazer um grande evento em 2014. Conforme o secretário, passada crise financeira o Município retomará o incentivo às agremiações da Cidade.

Colunas

Contraponto