Secretaria de Educação de São Vicente recebe 6 toneladas de leite em pó

Entrega foi realizada pela Secretaria de Cultura e Fundo Social de Solidariedade. O leite, que foi arrecada na encenção da fundação da cidade, atenderá as 77 creches municipais

Comentar
Compartilhar
06 FEV 201416h03

A Secretaria de Cultura e o Fundo Social de Solidariedade de São Vicente (FSS SV) entregaram nesta quarta-feira (05) cerca de 6 toneladas de leite em pó, arrecadado na troca por ingressos da Encenação da Fundação da Vila São Vicente, à Secretaria de Educação. O leite atenderá as 77 creches municipais. O prefeito Luis Claudio Bili, a presidente do FSS SV, Valéria Lins, o secretário da Cultura, Amauri Alves, e a secretária de Educação, Creuza Calçada, estavam presentes.

Desde o ano passado, quando a iniciativa teve início, foram arrecadadas cerca de 21 toneladas de achocolatado e leite em pó. “Os achocolatados recebidos, em 2013, atenderam as creches o ano inteiro. E acreditamos que o leite doado este ano também renderá bastante, auxiliando nossas unidades”, destacou o Prefeito.

O secretário da Cultura, Amauri Alves, lembrou que na primeira realização da iniciativa o objetivo era ajudar de forma imediata as creches. “A população aceitou tão bem a ação que decidimos manter nesta edição. As pessoas vão fazer as trocas muito felizes por saberem que estão contribuindo com nossas crianças”, afirmou.

Com a colaboração do público foram arrecadadas aproximadamente de 15 mil unidades de leite de 400 gramas. “Em 2013, o ingresso era trocado por duas unidades, mas o preço desse item subiu. Então, para não onerar as famílias, pedimos apenas um pacote com 400 gramas”, destacou Amauri Alves.

Cerca de 6 toneladas de leite em pó foram arrecadados na troca por ingressos da Encenação da Fundação da Vila São Vicente (Foto: Divulgação/PMSV)

A secretária de Educação agradeceu a participação da população. “Se hoje estamos recebendo esse leite é em grande parte à população vicentina que é muito solidária. Esse item atenderá, principalmente, as crianças do berçário”, ressaltou Creuza.

A presidente do FSS SV, Valéria Lins, destacou que ação foi um ato de amor e solidariedade. “Assistir à encenação sempre é inesquecível e ainda poder unir este evento a um ato social é importantíssimo”.

Fundação

A Encenação, entre os dias 22 e 26, comemorou os 482 anos da Cidade. A realização foi da Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura, com produção da Associação dos Artistas; apoio do Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Turismo; patrocínio da Sabesp e apoio cultural da Caixa Econômica Federal.

Na edição deste ano, a montagem musical, dirigida pelo próprio secretário da Cultura, Amauri Alves. O espetáculo teve a participação do ator santista Oscar Magrini no papel de Martim Afonso de Souza, Armando Babaioff, que deu vida ao líder indígena Tibiriça

O elenco ainda reuniu mil atores amadores, bailarinos brincantes de quadrilhas juninas, cantores, artistas circenses, além de nomes como Hélio Cícero (ator veterano nas montagens do espetáculo), como o anjo narrador, Marcos Azevedo (ator vicentino fundador da Cia. Ópera Seca), como Pero Lopes; o apresentador de TV Tony Lammers, com padre Gonçalo; e Thamires Ohana, mais uma vez como Bartira. Outros destaques foram  atores internacionais. O brasileiro, radicado em Portugal Marcelo Lafontana, o peruano Enrico Méndez Ore, o equatoriano Esteban Ruíz Tapia e Gabriela Rosas, do México.