Secretaria da Educação oferece 995 vagas de ensino técnico na Baixada Santista

Inscrições para 20 mil vagas da modalidade concomitante acontecem até 10 de dezembro Na Baixada Santista, são 995 vagas em 16 cursos diferentes

Comentar
Compartilhar
27 NOV 201211h22

 

O Governo de São Paulo vai ampliar, a partir de 2013, a oferta de cursos técnicos para os municípios do Estado por meio do programa Vence. São mais 23.062 vagas em 52 diferentes cursos. Apenas na região da Baixada Santista, são oferecidas 995 vagas em 16 cursos. As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de dezembro por meio do portal oficial do programa, o www.vence.sp.gov.br.
 
Antes intitulado Rede Ensino Médio Técnico (Retec), implantado em cidades com mais de 80 mil habitantes e voltado apenas a alunos da 2ª série do Ensino Médio ou Educação de Jovens e Adultos (EJA), o programa passará a atender também a estudantes da 3ª série do Ensino Médio.
 
O objetivo é articular o Ensino Médio regular da rede estadual à educação profissional técnica. “É fundamental oferecer aos nossos alunos uma educação de qualidade que possa prepará-los para o mundo do trabalho”, afirma o secretário da Educação do Estado de São Paulo, professor Herman Voorwald.
 
No modelo concomitante, o aluno frequenta o Ensino Médio em uma escola da rede estadual e o curso técnico em uma das instituições conveniadas, no período oposto ao do ensino regular. Ao final do curso técnico, que pode durar de 12 a 24 meses, os alunos recebem um diploma da instituição particular e ao final do Ensino Médio o diploma da escola da rede que frequentou. Nessa modalidade, serão oferecidas 20 mil vagas, com investimento previsto de R$ 100 milhões.
 
Para os cursos que tiverem procura maior do que a quantidade de vagas oferecidas haverá sorteio, feito por um sistema informatizado, no dia 13 de dezembro.
 
“Nessa nova etapa de inscrições para o Vence, os alunos também têm a oportunidade de escolher uma segunda opção de curso. Caso ele não seja sorteado para o curso de primeira opção e houver vagas na segunda opção, ele já está automaticamente selecionado”, comentou a professora Lucia Lodi, coordenadora do Vence.
 
Após o sorteio, as matrículas começam no dia 17 de dezembro e vão até o dia 28 de dezembro. A segunda chamada de matrículas, para as vagas excedentes, acontece de 3 a 10 de janeiro de 2013. As aulas terão início em fevereiro do próximo ano. O modelo concomitante será oferecido em 65 municípios do Estado de São Paulo no próximo ano. Alunos da rede estadual de todo o Estado podem se inscrever.
 
Os cursos técnicos oferecidos pelo Estado atualmente no modo concomitante são distribuídos em 10 eixos tecnológicos estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) de formação técnica em diferentes setores da economia, como sucroalcooleiro, automação industrial, análise clínica, logística, informática, entre outros.
 
O programa também dispõe da modalidade integrada, na qual os alunos que frequentam o Ensino Médio têm o curso regular integrado ao ensino técnico, por meio de parceria com o Centro Paula Souza e o Instituto Federal de São Paulo. Atualmente, o modelo está implantado em 53 unidades de ensino distribuídas pelo Estado e oferece 21 tipos diferentes de cursos, como informática, administração, mecânica, química, edificações, automação industrial, entre outros. Neste modelo, os alunos recebem apenas um diploma, expedido pelo Estado e pela instituição parceira.
 
Para 2013, o modo integrado vai contar com a abertura de mais 3.062 vagas em 24 cursos técnicos. As inscrições para o modelo integrado por meio da parceria com o Centro Paula Souza estão encerradas e as provas acontecem no dia 2 de dezembro. Já o cadastro de alunos interessados em fazer os cursos oferecidos pelo Instituto Federal de São Paulo deve ser feito até o próximo dia 30. São oferecidas 1.200 vagas em 16 cursos técnicos (mais informações em www.educacao.sp.gov.br). Caso a procura seja maior do que a oferta haverá sorteio nas respectivas diretorias regionais de ensino entre os dias 3 e 7 de dezembro.
 
Atualmente, a iniciativa atende a 31 mil jovens, sendo 28.535 matriculados na modalidade concomitante e 2.600 no modelo integrado.

Colunas

Contraponto