Saúde e educação são as prioridades dos brasileiros, aponta pesquisa do Ipea

Estudo foi apresentado durante entrega do Prêmio 'My World', da Organização das Nações Unidas

Comentar
Compartilhar
12 DEZ 201317h45

Quais são as prioridades dos brasileiros? 88% querem melhoria na saúde e 73%, educação de qualidade. Pesquisa do Ipea revela ainda que 61% se preocupam com a violência e 60% desejam melhores oportunidades de trabalho. Os dados, inéditos, foram apresentados pelo presidente do Instituto e ministro da SAE, Marcelo Neri, durante cerimônia em que o Ipea recebeu da Organização das Nações Unidas (ONU) o prêmio My World, nesta quinta-feira (12), em Brasília.

A pesquisa Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS) foi a campo em agosto de 2013 e ouviu 3.819 pessoas, em mais de 200 cidades do país. Cada indivíduo escolheu, em entrevistas cara a cara, seis prioridades para sua família dentre 16 opções listadas aleatoriamente.

O estudo permite responder a questões como: Quais prioridades recebem destaque diferenciado entre os menos escolarizados, os mais pobres e os beneficiários do Bolsa Família? O que merece atenção especial entre mulheres, negros, nordestinos e no interior dos estados? Como as prioridades brasileiras se comparam às do resto do mundo?

73% dos brasileiros querem educação de qualidade (Foto: Matheus Tagé/DL)

My World

O Ipea recebeu a premiação da Campanha do Milênio da Organização das Nações Unidas por ter dado a maior contribuição da América Latina e Caribe para a pesquisa Meu Mundo (My World), que ouve e registra as prioridades da população mundial para subsidiar a revisão da agenda global dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) pós-2015.

A iniciativa resultou de um encontro entre a coordenadora global da campanha e Neri, que propôs incorporá-la às pesquisas do Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS). Anunciado durante cerimônia em Nova York, o prêmio foi entregue pelo representante do Sistema Nações Unidas no Brasil, Jorge Chediek.