São Sebastião promove campanha de combate à tuberculose neste mês

A campanha busca interromper a cadeia de transmissão da tuberculose, sendo fundamental a descoberta precoce dos casos bacilíferos

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201316h05

São Sebastião promove a partir desta segunda-feira (4) a Campanha de Busca Ativa de Sintomáticos Respiratórios que faz parte do Programa de Tuberculose da secretaria da Saúde.

O Dia Internacional de Combate à Tuberculose é celebrado no dia 24 deste mês, mas no Estado será comemorado em 25 de março com atividades educativas junto à comunidade e programação desenvolvida para levar informações sobre a doença ao maior número de pessoas.   

A campanha busca interromper a cadeia de transmissão da tuberculose, sendo fundamental a descoberta precoce dos casos bacilíferos. A busca ativa consiste em detectar pessoas com tosse prolongada há mais de três semanas.

A secretaria da Saúde intensifica as ações neste período da campanha enviando agentes de saúde às casas levando informações aos moradores sobre a doença, sendo um dos objetivos da equipe saber se alguém apresenta tosse por mais de 21 dias. Em caso de suspeita, o indivíduo é encaminhado às Unidades de Saúde da Família (USFs) ou Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para exames.

Além das USFs e UBSs, o Cemin, USO, Caps, Caps-AD participam da campanha,  intensificam a busca por sintomáticos respiratórios e oferecem exames de baciloscopia para o diagnóstico da doença.
A coordenadora da campanha, a enfermeira Milene Cordeiro de Lima, explicou que o papel da saúde pública é promover esta busca ativa, “o que já é realizado durante todo o ano pelos serviços de saúde do município, porém com mais intensidade nesta época do ano”, frisou.

Ela lembrou ainda que 90% dos casos de tuberculose são de forma pulmonar e, destes, 60% são bacilíferos, tendo como principal fonte de disseminação a descoberta precoce por meio da busca ativa, importante medida para interromper a cadeia de transmissão, desde que acompanhada por tratamento médico.
Prêmio

O Dia Internacional de Combate à Tuberculose é comemorado no dia 25 de março (Foto: Divulgação)

Em 2011 e 2012, durante o Fórum Anual de Tuberculose em São Paulo, o município recebeu um importante prêmio por ter superado a meta de cura da doença.

A meta estabelecida pelo programa estadual de controle é de 85% e o trabalho realizado em todo o território sebastianense pela equipe da Sesau (Secretaria da Saúde) superou a marca nos dois últimos anos de cura.

Segundo Milene, o maior problema enfrentado é o abandono do tratamento pelo paciente, “algo que em São Sebastião tem sido trabalhado de forma a garantir um resultado de sucesso”, observou.

A campanha contra a tuberculose prosseguirá até o próximo 17.