Santos vai discutir volta às aulas nesta quinta-feira

Professores fazem assembleia virtual nesta quinta-feira (8), às 19 horas

Comentar
Compartilhar
07 ABR 2021Por Carlos Ratton07h00
As aulas presenciais estão marcadas para a próxima segunda-feiraAs aulas presenciais estão marcadas para a próxima segunda-feiraFoto: Divulgação

Professores e todos os demais servidores da Secretaria de Educação (Seduc) de Santos irão realizar nesta quinta-feira (8), às 19 horas, uma assembleia virtual para discutir e organizar as ações necessárias diante do retorno às aulas presenciais, marcadas para a próxima segunda-feira (12). O decreto de retorno às aulas foi publicado na última segunda-feira (5).

À frente do encontro está o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santos (Sindserv), que alerta que, na Cidade, três trabalhadores da Educação morreram na primeira tentativa de volta às aulas presenciais - o cozinheiro Wagner Rodrigues (UME General Clóvis Bandeira Brasil); o professor Edson Martins Gomes (UME Ricardo Sampaio) e a professora Andrea Alves (UME Claudia Helena dos Santos Oliveira Corrêa). Há casos também registrados nas escolas particulares.

Atualmente, a rede municipal de ensino conta com 3.303 professores e aproximadamente mil funcionários nas demais funções. Os profissionais considerados do grupo de risco para a covid-19 foram afastados por precaução. Atualmente, a rede municipal de ensino tem aproximadamente 27.300 alunos.

DADOS.

Conforme a própria Prefeitura de Santos, a ocupação de unidades de Terapia Intensiva (UTIs) volta a aumentar em 90% na Cidade em razão da Covid-19. Na segunda-feira (5), dia do decreto, o número de pessoas internadas na rede de saúde passou de 671 para 697 pessoas ( 3,8%). Destas, 325 são de Santos (46,6%) e 372 (53,4%) de outros municípios. Do total de internados, 378 estão em leitos de UTSs, voltados para os casos mais graves, sendo 185 de Santos (49%) e 193 de outras cidades (51%).

A taxa geral de ocupação dos 861 leitos covid-19 disponíveis está em 81%. Entre os 420 leitos de UTI, a ocupação é de 90%. Na rede SUS, a taxa é de 86% e na rede privada, de 94%. A Prefeitura recebeu também 100 notificações de covid-19 entre os munícipes. O número de casos acumulados passou de 39.158 para 39.258.

A situação é tão grave que o Município está até oferecendo suporte psicológico a servidores sofrendo com os efeitos da pandemia, pois todos estão sendo impactados pela Covid-19, seja pela contaminação, perda de alguém próximo ou pelos efeitos da pandemia nas relações humanas e
econômicas.

Encontros virtuais em grupo já estão sendo realizados. A primeira edição ocorreu nesta terça-feira (6) sob o tema será: "ansiedade, como superá-la estando em isolamento?", voltado para aqueles que estão lidando com as dificuldades e angústias do isolamento social e mudança das rotinas de vida.

SP.

O Estado registrou nesta terça-feira (6) 1.389 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. O número é o maior desde o início da pandemia e tem dados acumulados desde o feriado da última sexta-feira (2), quando habitualmente são registrados menos óbitos. Desde o início da pandemia são 78.554 mortes e 2.554.841 casos.

Até a última segunda-feira (5), havia 29.510 internados, sendo 12.963 pacientes em leitos de UTI e 16.547 em enfermaria. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 90,7% no Estado e de 90,6% na Grande São Paulo.

A Fase Emergencial do Plano São Paulo segue até o dia 11 (domingo), com a manutenção das restrições mais rígidas visando garantir a assistência a vida e conter a sobrecarga em hospitais de todo o Estado, além de frear o aumento de novos casos, internações e mortes pelo coronavírus.

PREFEITURA.

A Seduc garante que está organizando a retomada de atividades de acordo com os protocolos sanitários necessários e que assim que as regras estiverem definidas, irá divulgá-las à toda comunidade escolar.

Também esclarece que as famílias que tiverem condição de risco maior ao agravamento da Covid, como pessoas com comorbidade em casa, idosos, assim como os pais que não desejarem enviar os filhos às escolas, podem optar por seguir com o aprendizado ao aluno apenas no modelo remoto.