Santos tem mais um caso suspeito de sarampo e Vila Belmiro terá bloqueio vacinal

Trata-se de um jovem de 23 anos, cujos pais residem em Santos, mas que passa a semana em São Paulo, onde estuda

Comentar
Compartilhar
22 JUL 2019Por Da Reportagem18h41
O primeiro exame laboratorial do paciente apresentou resultado positivo para sarampoFoto: Divulgação/PMS

A Secretaria de Saúde de Santos realiza nesta terça-feira (23), a partir das 9h30, um bloqueio vacinal contra o sarampo no bairro Vila Belmiro, em quadra que compreende as ruas Tiradentes (nº 17 a 23), Mariz e Barros (nº 2 a22), Paysandu (nº 1 a 11) e Pedro I (nº 1 a 25). 

A medida é necessária, pois um caso suspeito de sarampo foi notificado à Prefeitura nesta segunda-feira (22). Trata-se de um jovem de 23 anos, cujos pais residem em Santos, mas que passa a semana em São Paulo, onde estuda. O primeiro exame laboratorial do paciente (IgM - Imonuglobulina M) apresentou resultado positivo para sarampo. Porém, o caso só pode ser confirmado ou descartado a partir do laudo de um segundo exame (Proteína C-Reativa) que ainda não está disponível. 

Nos imóveis fechados serão deixados avisos para que o munícipe vá à Policlínica do Campo Grande (Rua Carvalho de Mendonça, 607) com a carteira de vacinação para verificar a necessidade de imunização.

Adultos até 29 anos de idade devem ter tomado durante a vida duas doses da vacina; de 30 a 59 anos, pelo menos uma dose; acima de 60 anos não precisam, pois já tiveram contato com o vírus. 

De acordo com o calendário vacinal do Ministério da Saúde, as crianças devem tomar a vacina SCR (contra sarampo, caxumba e rubeola) aos 12 meses de idade (primeira dose) e aos 15 meses (segunda dose). A vacina é contraindicada para gestantes e bebês menores de seis meses; já pessoas com imunodepressão (pacientes com câncer, HIV e outras doenças), devem ser avaliadas pelos médicos que as acompanham.

Em 2019, foram aplicadas em Santos mais de 116 mil doses da vacina contra o sarampo, caxumba e rubeola (SCR) – quantidade bastante superior às 26.272 doses no ano de 2018 e 12.482 doses em 2017. Com apoio do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde, o Município realizou campanha de vacinação nos meses de fevereiro e março, após surto de sarampo em navio que fez escalas no Porto de Santos na temporada de cruzeiros.

Colunas

Contraponto