Santos reduz atropelamentos em 28% em 10 anos da campanha Faixa Viva

Nos 10 anos antes da deflagração da campanha, 2.122 pessoas foram atropeladas. No mesmo período após o início do trabalho, esse número caiu para 1.530

Comentar
Compartilhar
10 MAI 2021Por Da Reportagem13h27
O aniversário é destaque dentro do Maio Amarelo, mês dedicado a ações de conscientização da sociedade para a redução dos acidentes e vítimas do trânsitoO aniversário é destaque dentro do Maio Amarelo, mês dedicado a ações de conscientização da sociedade para a redução dos acidentes e vítimas do trânsitoFoto: Divulgação/PMS

A campanha Faixa Viva estará de volta às ruas, respeitando o distanciamento social, a partir de segunda-feira (10), das 9h às 12 horas. A primeira ação ocorrerá na Av. Mal. Floriano Peixoto, em frente ao Miramar Shopping Center. A retomada, após as restrições para contenção do coronavírus, ocorre em data especial: em 10 de maio de 2011, a iniciativa começou a ser desenvolvida pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) e o resultado dessa primeira década é significativo: redução de 28% dos atropelamentos.

Nos 10 anos antes da deflagração da campanha, 2.122 pessoas foram atropeladas. No mesmo período após o início do trabalho, esse número caiu para 1.530. O aniversário é destaque dentro do Maio Amarelo, mês dedicado a ações de conscientização da sociedade para a redução dos acidentes e vítimas do trânsito.

OBJETIVOS

A Faixa Viva foi idealizada para fazer valer o direito do pedestre, previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), da preferência para travessia em locais com faixa de segurança, mas sem semáforo. Com base nesse princípio, a campanha busca humanizar o trânsito e tornar mais harmoniosa a convivência entre motoristas e pedestres. A iniciativa santista serviu de modelo para outros municípios da Baixada Santista e do Estado, como Sorocaba e Campinas. Chegou, ainda, ao Espírito Santo e Rio Grande do Norte.

COMO FUNCIONA

Para indicar a intenção de atravessar, o pedestre deve fazer o sinal do braço estendido, avaliar as condições de segurança da via e, somente após a parada dos veículos, iniciar a travessia. Por sua vez, o condutor, ao avistar o pedestre solicitando a prioridade, deve avaliar se a parada é segura para então imobilizar o veículo e dar a passagem. São esses comportamentos (do pedestre e do motorista) que as ações práticas nas ruas, realizadas por meio do programa de Educação para o Trânsito da CET-Santos, visam ensinar e estimular.

Ainda para alcance maior da campanha, as avenidas mais movimentadas da Cidade contam com sinalização específica, indicando que à frente existe uma Faixa Viva. Também para reforçar, o nome da iniciativa está grafado nas extremidades de algumas faixas de travessia.
Viaduto na cor amarela

Integrando ainda mais a cidade ao movimento Maio Amarelo, o viaduto Prefeito Paulo Gomes Barbosa (entrada da Cidade) está, neste mês, com a cor amarela inserida na sua programação de iluminação.

Entregue em agosto do ano passado pela Prefeitura, o viaduto em curva e com 471 metros de extensão (liga a Av. Martins Fontes à Av. N. Srª de Fátima) é dotado de moderno sistema de luzes (342 luminárias no total), capaz de reproduzir milhões de combinações de cores. Além de realçar a obra viária, o colorido das lâmpadas também é utilizado para alusão a datas comemorativas e campanhas de conscientização.