Santos inicia força-tarefa de prevenção ao coronavírus

Objetivo é evitar a proliferação da Covid-19, que infectou mais de 1,6 mil moradores da Cidade nas duas últimas semanas

Comentar
Compartilhar
28 NOV 2020Por Da Reportagem13h35
Barreiras sanitárias em acessos de Santos, evitando a entrada de vans e ônibus de turismo não autorizadosFoto: SUSAN HORTAS/PMS

A Prefeitura de Santos iniciou, na noite desta sexta-feira (28), uma mega força-tarefa com o objetivo de evitar a proliferação do novo coronavírus, que infectou mais de 1,6 mil moradores de Santos nas duas últimas semanas e elevou o índice de ocupação de leitos de UTI, em especial os particulares.

São realizadas ações de fiscalização em estabelecimentos comerciais, além de barreira sanitária em acessos de Santos, evitando a entrada de vans e ônibus de turismo não autorizados.

Autuações

Vinte bares foram visitados na noite de sexta (28) e madrugada de sábado (29) em uma ação que intensificou a fiscalização rotineiramente para averiguação do cumprimento das normas sanitárias.

“De modo geral, os estabelecimentos estão cumprindo as regras sanitárias e encerrando as atividades no horário estabelecido. Apenas um auto de infração foi lavrado por desrespeito aos protocolos”, destaca Mabel Cardama, chefe do Departamento de Fiscalização Empresarial e Atividades Viárias (Defemp), da Secretaria de Finanças. Outro estabelecimento também recebeu auto de infração, mas pela execução de música ao vivo sem prévia autorização.

A fiscalização continuará na noite deste sábado (28) e madrugada de domingo (29), conduzida pelo Defemp, com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM).

 

Barreiras
Para evitar aglomeração nas praias santistas, duas barreiras sanitárias foram montadas: uma na Avenida Presidente Wilson, na altura do Emissário Submarino (orla do José Menino), próximo à divisa com São Vicente, e na Avenida Martins Fontes, no Saboó, principal acesso de quem vem da Capital e do interior. O objetivo é não permitir a passagem de ônibus e vans de turismo não autorizados.

Veículos de city tour que já haviam obtido permissão da Secretaria de Turismo não tiveram o acesso impedido. Porém, agora, está temporariamente suspensa a emissão de novas autorizações. A ação iniciou às 3h30 deste sábado (28), com dez veículos abordados, dos quais oito já tinham obtido autorização. Orientadas, duas vans retornaram à cidade de origem.

A Guarda Civil Municipal (GCM) é responsável pela ação, em conjunto com a Companhia de Engenharia de Tráfego e Setur, com apoio da Polícia Militar.

Denúncias
Dentro do esforço de prevenir a covid-19 no Município, a população também pode colaborar denunciando irregularidades pelo telefone 153, da GCM.

Fotos: Susan Hortas e Marcelo Martins