Presidente da Colômbia diz que colombiano deve estar entre os mortos na Argélia

A nota informa que Estrada trabalhou nos últimos 18 anos para a BP, vivia em Londres e estava na Argélia havia pouco tempo.

Comentar
Compartilhar
20 JAN 201300h50

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, disse neste sábado que um colombiano provavelmente está entre os reféns mortos na Argélia. "Infelizmente, tudo parece indicar que uma das vítimas é um colombiano, Carlos Estrada", afirmou Santos em um comunicado.

A nota informa que Estrada trabalhou nos últimos 18 anos para a BP, vivia em Londres e estava na Argélia havia pouco tempo.

Santos disse que a informação foi repassada por autoridades britânicas. "Tudo indica que ele estava entre o grupo de pessoas que morreu em um ônibus."

O presidente acrescentou: "Mas ainda não é 100% certa a morte dele, já que o corpo não foi encontrado " As informações são da Dow Jones.