Santos celebra José Bonifácio com cerimônia, curso, exposição e painéis

Patriarca da Independência teve seus 258 anos lembrados neste domingo

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2021Por Da Reportagem19h12
Considerado o Patriarca da Independência, José Bonifácio teve seus 258 anos lembrados neste domingo (13), com a deposição de flores no Panteão dos AndradasConsiderado o Patriarca da Independência, José Bonifácio teve seus 258 anos lembrados neste domingo (13), com a deposição de flores no Panteão dos AndradasFoto: DIVULGAÇÃO/PMS

“A sã política é filha da moral e da razão”, ensinava José Bonifácio de Andrada e Silva. O santista, considerado o Patriarca da Independência, teve seus 258 anos lembrados neste domingo (13), com a deposição de flores no Panteão dos Andradas pelo prefeito Rogério Santos, pela vice-prefeita Renata Bravo e por membros do Movimento Pró-Memória José Bonifácio. As homenagens a José Bonifácio incluem ainda curso, exposição virtual e painéis feitos por estudantes.

Ao reverenciar a memória do Patriarca, o prefeito adaptou, aos dias de hoje, o ensinamento do homenageado. "A boa política é filha da ética e da ciência, poderíamos atualizar", comentou ele em reservada cerimônia por conta da pandemia.

Integrante do Movimento Pró-Memória José Bonifácio, Arlindo Salgueiro fez questão de ressaltar os escritos da lápide do Patriarca: "Eu desta glória só fico contente que a minha terra amei e a minha gente".

Curso

A Câmara Municipal de Santos também participa das homenagens ao Patriarca, promovendo o curso “José Bonifácio: uma visão contemporânea”, iniciativa do Movimento Pró-Memória de José Bonifácio e do Rotary Club de Santos. As aulas serão ministradas por José Geraldo Gomes Barbosa e Arlindo Salgueiro. O curso será on-line, nos dias 17 e 2 de junho, das 9h às 12h. As inscrições podem ser feitas pelo site da Câmara (www.camarasantos.sp.gov.br/escola).

No dia 17, o curso abordará os temas “meio ambiente e sustentabilidade”, “mineralogia e as descobertas minerais”, “fundação da primeira siderúrgica no Brasil”, e “o lítio e sua aplicação nos dias de hoje”. No dia 24, os temas serão “a integridade e a qualidade do serviço público”, “conceituação de ética” e “política na visão de José Bonifácio”.

Exposição

Para comemorar a data de nascimento de José Bonifácio, uma exposição virtual conta um pouco da trajetória desse importante personagem da História do Brasil. O historiador da Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams) José Dionísio de Almeida e o arquiteto Nelson dos Santos Dias são os idealizadores da exposição virtual que traz a história de José Bonifácio em uma linha do tempo, desde seu nascimento até a Proclamação da República, em 7 de setembro de 1882, mostrando fatos e datas importantes distribuídas em 15 painéis. Toda a exposição e curiosidades sobre esse mártir estão disponíveis no site da Fundação (www.fundasantos.org.br) e na página do Facebook “fundasantos”.

Patriarca é tema de trabalhos em escolas municipais

Alunos da escola Avelino da Paz Vieira, entre 13 e 15 anos, fizeram painéis para lembrar o dia de José Bonifácio. A ideia partiu do professor Lucas Onofre de Souza, educador do eixo pedagógico, de Língua Portuguesa, que tratou do assunto com os alunos do 8° e 9° anos da escola.

Primeiro, ele conversou com os estudantes sobre quem foi José Bonifácio e sua importância para o País, suas contribuições, ofícios e sua origem. Depois, ele propôs lembrar o porquê da existência da data, explicando sobre a homenagem e também seu legado.

A partir da conversa em sala de aula, os alunos foram incentivados a registrar o que tinham aprendido de uma maneira artística, um material que pudesse ficar exposto na escola, para ser visto por todos. “Acho necessário o aluno trabalhar o lado artístico dele e de uma forma que seja fora do desenho tradicional. A colagem foi uma ideia que tive e que despertou o interesse dos grupos participantes quase que de imediato. Nas colagens, demos prioridade para pesquisar imagens, em revistas e pela internet, que fossem referentes aos vários ofícios de José Bonifácio”, comenta o professor.

Para o professor Lucas, “além de achar necessário que eles tenham um conhecimento histórico mais aprofundado sobre um pouco da história do país e, principalmente, da cidade que vivem, por ter nascido em Santos e ter sido o patriarca da independência do nosso país, é necessário que tenham conhecimento de uma figura importante no contexto nacional, assim como muitos outros também foram”.

A aluna Kauany Andrade, do 9° ano, conta o que achou de participar da atividade: "Eu gostei muito de fazer porque eu conheci um pouco do José Bonifácio e pude saber mais dele, já passei várias vezes por uma praça, que tem o nome dele e que fica perto da escola, e foi ótimo conhecer mais da nossa história e da nossa região".

EJA

Na escola que leva o nome do Patriarca da Independência, o trabalho foi desenvolvido presencialmente no ciclo I, da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Seis alunos, entre 27 e 58 anos, participaram da atividade proposta pela professora Verginia Soares Alinso, que abordou o assunto por se tratar de um ícone da história do Brasil e por ser o nome da unidade de educação.

Segundo a professora, os alunos sabiam da importância histórica do personagem, mas desconheciam os fatos. “Anualmente estudamos a biografia de José Bonifácio Andrada e Silva. Além de sua relevância no cenário nacional e internacional como patrono da Independência do Brasil, importante geólogo e advogado, dá nome a nossa querida UME”.

Para realização deste estudo, os estudantes pesquisaram a biografia de José Bonifácio e assistiram aos vídeos que apresentam sua trajetória. Os alunos da EJA Ciclo I demonstraram bastante interesse sobre o tema e realizaram atividades de leitura, interpretação de textos e rodas de conversa, produção textual e textos coletivos.