X

Estado

Sampa Sky: SP ganha dois novos mirantes de vidro a 150 metros de altura

A previsão é que as novas atrações fiquem prontas em dezembro deste ano

Folhapress

Publicado em 05/08/2022 às 13:10

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Mas o limite de 90 segundos para ficar dentro de cada deque segue valendo / Foto: Divulgação

Foi em agosto do ano passado que o edifício Mirante do Vale, no centro de São Paulo, começou a receber pessoas dispostas a pisar -e a tirar selfies- em dois aquários transparentes, com chão e paredes de vidro, suspensos a cerca de 150 metros de altura.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.


Agora o espaço vai crescer. O Sampa Sky, que fica no 42º andar do prédio, vai expandir a sua área e ganhar mais uma dupla de mirantes transparentes. A previsão é que as novas atrações fiquem prontas em dezembro deste ano.

Os deques serão iguais aos que já existem, com tamanhos idênticos e feitos do mesmo material, diz a empresa. A novidade é que agora será possível tirar fotos ou gravar vídeos para o TikTok sobre áreas diferentes da capital paulista, que antes não eram avistadas do local.

Os dois novos mirantes estão sendo construídos na face oeste do prédio, do lado oposto ao que abriga o aquário que paira sobre a avenida Prestes Maia. De um dos novos deques será possível ver a zona sul da cidade, já avistada de um dos mirantes originais. Do outro, a vista será para a região norte, que ainda não podia ser contemplada do Sampa Sky.

Com a expansão, a atração dobrará de tamanho e pulará de 700 m² para 1.500 m².

Newsletter Para curtir SP Receba no seu email um guia com a programação cultural da capital paulista; aberta para não assinantes. * Os mirantes de vidro logo fizeram sucesso nas redes sociais por causa do cenário e da sensação de que o visitante está flutuando sobre a cidade, com edifícios pequenos vistos lá de cima e veículos que parecem carrinhos de brinquedo.

Mas logo a grande procura fez com que o Sampa Sky acumulasse diversas críticas nas redes sociais. Durante os primeiros meses de funcionamento, os visitantes esperavam em filas de até quatro horas para ficarem apenas 90 segundos em cada um dos locais de vidro. A demora não ocorre mais, garante a organização.

Agora as pessoas compram ingressos com data e hora marcada para subir ao 42º andar. Lá em cima, elas são colocadas numa fila eletrônica, daquelas em que não é preciso ficar parado em pé -mas é possível visitar o café ou tirar fotos em espaços instagramáveis espalhados pelo ambiente, enquanto espera-se entre 40 minutos e uma hora e 40 minutos.

Mas o limite de 90 segundos para ficar dentro de cada deque segue valendo.

Cerca de 150 mil pessoas já passaram pelo Sampa Sky desde agosto do ano passado. Para comprar ingressos, é preciso acessar o site da Sympla e desembolsar a partir de R$ 80.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Nota Fiscal Paulista libera R$ 35,6 milhões; veja como resgatar

Do total, R$ 16,8 milhões são destinados a pessoas físicas que cadastraram seu CPF em compras feitas em abril

PRATICIDADE

Ecovias inicia projeto de pagamento de pedágio por meio de autoatendimento

Pensada para carros de passeio, a iniciativa permite o pagamento por cartão de crédito ou débito por aproximação, com mais autonomia

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software