Sabesp alerta para vandalismo em hidrômetros

Equipamentos de medição do consumo de água de imóveis têm sido quebrados. Em apenas dois meses foram 90 casos na zona leste de Santos

Comentar
Compartilhar
03 JUL 201412h39

Durante os últimos meses deste ano, as equipes operacionais da Sabesp registraram um grande aumento nos atos de vandalismo, principalmente, contra os cavaletes dos equipamentos de medição do consumo de água dos imóveis.

No período de 2 meses, cerca de 90 casos aconteceram em bairros da zona leste de Santos, prejudicando o fornecimento de água aos imóveis com a quebra da tubulação de entrada da água.

“Recursos são aplicados para implantação de sistemas de segurança e monitoramento das unidades. Mas ainda assim são registradas ocorrências como estas, com as quais se gastam em torno de R$ 12 mil mensais para regularização”, afirma o gerente da Divisão de Santos, engenheiro Sérgio Bekerman.

Entre os endereços onde os vândalos agiram, estão hospitais, igrejas, prédios residenciais e comerciais, além dos chuveirinhos da orla santista. Segundo o Departamento de Administração Regional da Zona da Orla/Intermediária, da Prefeitura Municipal, em apenas quatro dias, 29 hidrômetros dos chuveirinhos foram danificados. Diariamente, dois desses equipamentos tornam-se alvos de vandalismo, causando prejuízo mensal de aproximadamente R$ 10 mil aos cofres públicos.

Durante os últimos meses deste ano, as equipes operacionais da Sabesp registraram um grande aumento nos atos de vandalismo (Foto: Divulgação)

Para evitar este tipo de ocorrência, garantindo a integridade dos equipamentos, a Sabesp oferece aos clientes a Unidade de Medição de Água (UMA), dispositivo que possui uma porta de proteção e lacres invioláveis que impedem o acesso de pessoas não autorizadas.

Para garantir a eficiência dos investimentos e o pleno funcionamento do sistema de distribuição de água que atende a região, a Companhia destaca a importância da preservação dos equipamentos públicos. Assim, caso seja notado qualquer ato de vandalismo, a Sabesp pede para que seja comunicada a Polícia Militar – que já investiga os casos – ou a própria Empresa, para que se registre a ocorrência, possibilitando identificar e coibir os infratores.

Para solicitar a UMA, é preciso ligar para a Central de Atendimento Telefônico Gratuito – 0800 055 0195 – e um técnico irá ao imóvel fazer uma vistoria. A Central atende durante 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana e feriados. Lembrando que para casos de danos ou furtos, existe ainda o Disque-Denúncia 181, que permite o fornecimento de informações sobre delitos à polícia com absoluto sigilo.