Rodrimar tem certificado de segurança de dois terminais cassados pela Conportos

Sem esse certificado de segurança internacional, o terminal deve sair da lista de indicados pela ONU para receber navios estrangeiros

Comentar
Compartilhar
02 ABR 2018Por Da Reportagem17h48
A Rodrimar teve cassada a Declaração de Cumprimento nos terminais de Saboó e MacucoFoto: Rodrigo Montaldi/DL

A Rodrimar teve cassada a Declaração de Cumprimento nos terminais de Saboó e Macuco, localizados na margem direita do Porto de Santos, pela Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos. Sem esse certificado de segurança internacional, o terminal deve sair da lista de indicados pela ONU para receber navios estrangeiros. As informações são do portal G1.

Hoje (2), foi publicada a decisão da Conportos sobre o assunto, no Diário Oficial da União. Após análise dos documentos da empresa e de relatórios de inspeção, os integrantes decidiram que não cabe mais a elaboração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e que a Declaração de Cumprimento ativa dos terminais do Saboó e do Macuco devem ser cassados.

A decisão agora será enviada para a International Maritime Organization (IMO), a agência especializada da ONU sobre questões técnicas que interessam à navegação comercial internacional.

A decisão terá impacto em todas as operações de importação e exportação da Rodrimar. Os navios internacionais podem começar a se negar a atracar nos terminais portuários que tiveram a declaração cassada.