Rodoviários de Peruíbe fazem greve parcial hoje

Seis dos 20 ônibus municipais da empresa Intersul, param hoje por tempo indeterminado

Comentar
Compartilhar
30 JUN 201410h27

Seis dos 20 ônibus municipais de Peruíbe, da empresa Intersul, estarão parados a partir de hoje, por tempo indeterminado. A frota total transporta 2 mil passageiros por dia. 

A greve foi aprovada em assembleia do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Santos e região, no final da tarde de sexta-feira (27), em Peruíbe.

A paralisação envolverá os cerca de 100 empregados da companhia, entre motoristas, cobradores e pessoal de manutenção, que tem data-base para renovação do acordo coletivo em maio. 

Com salário de R$ 1 306, os motoristas reivindicam elevação para R$ 1.500, vale-refeição de R$ 400 por mês e plano de saúde inicialmente para o titular. 

Seis dos 20 ônibus municipais de Peruíbe, da empresa Intersul, estarão parados a partir de hoje, por tempo indeterminado (Foto: Divulgação)

Na semana passada, a empresa oferecia 8% nos salários e no vale-refeição, mais plano de saúde para o titular. Na sexta-feira, ela manteve os 8%, mas retirou o plano de saúde. 

A Intersul pediu julgamento de dissídio ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP), mas ainda não há reunião de conciliação nem julgamento marcado.

A juíza Inez Maria Jantalia, da Justiça do Trabalho de Itanhaém, concedeu liminar à Prefeitura de Peruíbe e determinou a circulação 70% da frota, nos horários de pico, entre 6 e 9 horas e 17 e 20 horas.

No horário intermediário das 9 às 17 horas, a juíza estabeleceu o funcionamento de 50% da frota. O vice-presidente do sindicato, José Alberto Torres Simões ‘Betinho’ adianta que a liminar será cumprida.

O sindicalista lamenta, porém, que a empresa, em vez de melhorar, piorou a contraproposta. A garagem fica na Avenida Tancredo Neves, sem número, bairro Caraguava.