Rodovia Cônego Domênico Rangoni registra acúmulo de soja

Além do desperdício de mercadoria, o produto, principalmente quando molhado, torna o asfalto escorregadio e oferece riscos de acidentes

Comentar
Compartilhar
20 ABR 2018Por Da Reportagem08h40
Quantidade de grãos espalhada pelo acostamento da rodovia chamou a atençãoFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Um perigo antigo ronda as estradas da Região: o acúmulo de soja nas rodovias em época de safra. Na manhã de ontem, a quantidade de grãos espalhada pelo acostamento da Rodovia Cônego Domênico Rangoni chamou a atenção dos motoristas e moradores do entorno e foi alvo de denúncia à Diretoria de Controle Ambiental, segundo a Prefeitura do Guarujá.

Além do desperdício de mercadoria, o produto, principalmente quando molhado, torna o asfalto escorregadio e oferece riscos de acidentes.

A prefeitura informou que entrou em contato com a Ecovias para solicitar a limpeza da pista.

Já a Ecovias informou que sempre que é identificado qualquer tipo de material nas pistas do Sistema Anchieta-Imigrantes, como ocorreu ontem com o acúmulo de soja no acostamento da Cônego Domênico, as equipes de conservação e limpeza da concessionária são acionadas e direcionadas ao local imediatamente para realizar a limpeza da via.

“Além disso, as equipes de tráfego realizam inspeções em todos os trechos do SAI, durante 24 horas, e passam pelo mesmo local a cada 90 minutos, e sempre que identificada uma ocorrência como essa, por vezes, o operador já realiza o pronto atendimento antes mesmo que o usuário entre em contato com a concessionária”, ­detalhou em nota.