Reurbanização de avenidas no Marapé avança com demolição e reconstrução de passeios

A obra atingiu 60% do cronograma e os operários atuam na demolição e reconstrução de passeios 70 cm mais largos na Moura Ribeiro, proximidades do canal 1

Comentar
Compartilhar
16 ABR 2019Por Da Reportagem09h00
As melhorias da primeira etapa abrangem a construção de seis novas passarelas de pedestres e recuperação de duas existentesFoto: Divulgação/PMS

O Marapé é beneficiado com a reurbanização da Moura Ribeiro e Nilo Peçanha, avenidas com mais de 1 mil e 200 metros de extensão ao longo do canal que corta o bairro. A obra atingiu 60% do cronograma e os operários atuam na demolição e reconstrução de passeios 70 cm mais largos na Moura Ribeiro, proximidades do canal 1.

Será implantada sinalização viária horizontal, iluminação pública e paisagismo. A obra envolve restauração de muretas, reparos pontuais nas paredes do canal e revitalização da Praça Cândido Portinari, no encontro da Moura Ribeiro com o canal 1. "Os próximos serviços programados são passarelas, rampas de acessibilidade e muretas do canal", diz o engenheiro Rodrigo Monteiro.

Passarelas e ponte

As melhorias da primeira etapa abrangem a construção de seis novas passarelas de pedestres e recuperação de duas existentes. Na Moura Ribeiro, as novas ficarão em frente ao Condomínio Aquaplay; na direção das ruas Benedito Ernesto Guimarães/Godofredo Fraga; no meio da quadra entre a Godofredo Fraga e a Alfredo Albertini; entre a Alfredo Albertini/Tarquínio Silva e a Saturnino de Brito. A ponte em frente à Saturnino de Brito será recuperada.

Na Nilo Peçanha haverá novas passarelas entre a Napoleão Laureano e a subestação da Sabesp, e em frente à Rua Romeu Acceturi. A passarela nas proximidades da Rua Manoel Elias Ruiz será recuperada. O pontilhão de veículos no encontro das duas avenidas com a Carvalho de Mendonça receberá novas muretas e calçadas.

Licitação para construir pontilhão tem vencedor

A licitação para executar uma ponte sobre o canal da Moura Ribeiro, na primeira quadra após o cruzamento com a Carvalho de Mendonça, chegou ao final. A Starsan Construtora venceu o certame com o valor de R$ 277.911,25, incluindo material, equipamentos e mão de obra. A homologação, ou seja, a confirmação do vencedor, foi publicada no Diário Oficial da semana passada.

Segue-se empenho, assinatura do contrato e emissão da ordem de serviço. A Prefeitura trabalha para que a obra, solicitação antiga dos moradores do Marapé, comece ainda este semestre. Isso será possível assim que o governo do Estado formalizar a segunda etapa do convênio reurbanização das avenidas Moura Ribeiro e Nilo Peçanha.

Patrimônio

Os serviços na Moura Ribeiro e Nilo Peçanha foram desmembrados porque a aprovação das intervenções no canal, tombado pelos conselhos municipal e estadual de defesa do patrimônio histórico, Condepasa e Condephaat, é mais lenta e atrasaria o restante da obra. Os projetos são da equipe de arquitetos da Prodesan e o gerenciamento de obras da pasta de Infraestrutura e Edificações.

Colunas

Contraponto