Rede de coleta de esgoto vai passar por mais 9 mil moradias

Por meio da parceria com o Governo Estadual, a rede de esgoto vai beneficiar mais de 45 mil moradores de 44 bairros de Itanhaém.

Comentar
Compartilhar
23 JAN 201320h52

A preocupação com a qualidade de vida da população fixa e sazonal é a marca deste início de administração do prefeito Marco Aurélio Gomes. Disposto a garantir a balneabilidade de 100% registrada nas praias de Itanhaém nos últimos anos, o prefeito está pleiteando junto ao Governo do Estado os recursos necessários para novos projetos de infraestrutura, especialmente aqueles que beneficiam os bairros mais populosos, ainda não contemplados com rede coletora de esgoto, pavimentação e iluminação suficiente.

Como parte dos preparativos para o início dos trabalhos, o prefeito recebeu na última semana da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informações detalhadas a respeito das obras complementares da primeira fase do Projeto Onda Limpa. Os serviços estão na fase final de licitação e têm previsão de início neste primeiro semestre. Estão orçados em R$ 125,8 milhões e contemplarão 8.956 moradias em 44 bairros itanhaenses, beneficiando uma população estimada em 45.000 moradores. A explanação foi feita pelo gerente local da Sabesp, engenheiro Fernando Ventura Doveri e foi acompanhada pela secretária municipal de Obras, Cristina Toledo.

A fase inicial do Programa Onda Limpa 1, executada pelo Governo do Estado, já implantou 195.843 metros de rede coletora de esgoto em 1/3 do Município, a um custo de R$ 160,3 milhões. Após as obras complementares, está prevista a execução do Programa Onda Limpa 2, a partir de 2015, ao custo de R$ 694,6 milhões, chegando a 95% da Cidade. Os 5% restantes ficarão por conta das áreas com problemas fundiários, como as invasões em áreas verdes e ocupações irregulares em áreas privadas e cuja disputa estão na Justiça. “Vamos trabalhar em conjunto com o cronograma da Sabesp. Enquanto a rede de esgoto vai sendo instalada, a Prefeitura prepara as obras de pavimentação, executa a manutenção de canais, valas e se empenha nas demais carências”, explicou o prefeito.

Dentro deste cronograma, Marco Aurélio vai priorizar o Programa Bairro a Bairro, a ser implementado nesta fase inicial do seu governo. O programa é um conjunto de intervenções, obras e serviços nos bairros mais carentes de infraestrutura básica. O cronograma está sendo elaborado e vai reunir investimentos municipais e convênios com o Estado e a União. Com isso, Marco Aurélio quer anunciar “pacotes de obras” bairro por bairro.

A rede de esgoto vai beneficiar mais de 45 mil moradores (Foto: Divulgação)

“Nestes pacotes, além das obras de infraestrutura, como saneamento e pavimentação, vamos incluir ações sociais, como a viabilização de núcleos de esportes e cultura, fortalecer as associações de moradores, articular melhorias em transportes e segurança e incentivar práticas ambientais como a arborização e ajardinamento das calçadas”, destacou o chefe do Executivo. Segundo ele, o processo pode ser aprimorado com ações de valorização e integração comunitária como, por exemplo, a instituição da data de fundação do bairro, a ser comemorada anualmente.

No entendimento do prefeito, agrupar várias obras e intervenções em uma mesma região otimiza e dinamiza os serviços municipais. “A partir de agora, de forma prática, os secretários se reúnem, distribuem as ordens de serviços e os operários e máquinas atuam naquele bairro até que se resolvam os principais problemas. É uma forma de o governo se fazer presente”.

Os 44 bairros a serem beneficiados pelas obras complementares de rede de coleta de esgoto são: Jardim Fazendinha; Jardim Italmar; Estância Beira Mar (Satélite); Jardim Marilu; Oásis; Parque Balneário Itanhaém I; Savoy; Jardim Magalhães; Balneário Waldemar Magalhães; Sion; Suarão; Rosália Ferraro; Vila Anchieta; Jardim Ritamar; Vila Lili;  Balneário Sigliano; Balneário Pigalle; Recanto Antonella; Jequitibá; Verde Mar; Jardim Santa Terezinha; Balneário Marazul; Balneário Auri Verde; Campos Elíseos; Balneário Guaraçaí; Balneário Santista; Balneário Walquene; Balneário Marajá; Balneário Esther; Balneário Praiamar; Balneário Guapurá;  Balneário Rainha do Mar;  Balneário Aclimação; Balneário Veneza; Vila Loty; Balneário Marrocos; Balneário Laranjeiras; Recanto Glaura; Balneário São Jorge; Gaivota; Balneário Novaro; Jardim Luizamar; Jardim Itanhaém (Cibratel I) e Vila Balneária (Praia dos Pescadores)