Radares começam a operar no domingo

Moradores acreditam que os equipamentos poderão prevenir acidentes

Comentar
Compartilhar
04 FEV 201322h46

O sistema de fiscalização eletrônica de trânsito por meio de radares começa a operar no próximo domingo, dia 16, segundo a Companhia Municipal de Trânsito de Cubatão (CMT). A instalação destes equipamentos, de acordo com a Prefeitura, tem como objetivo educar e garantir a segurança de motoristas, pedestres, motociclistas e ciclistas da Cidade.

O sistema entraria em operação a partir do dia 1º deste mês, mas devido ao mau tempo, com chuva constante, a instalação da sinalização horizontal (pintura de solo) nos locais, teve que ser adiada.

Os radares passaram por diversos testes de aferição, conferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP).

Os equipamentos foram instalados em cinco pontos da Cidade, um deles é a Avenida Martins Fontes, na Vila Nova, onde nossa reportagem ouviu alguns moradores.

O motorista aposentado Luciano Bispo dos Santos espera que a presença do equipamento de fiscalização eletrônica faça com que os motoristas tenham mais consciência. “Se é para andar a 40km/h, tem que andar a 40 km/h. Eu sou a favor do radar e acho certo. Tem muito abuso. O radar pode ajudar a evitar acidente aqui”, afirmou Luciano.

“Eu achei bom porque o radar livra de acidente. Passa bastante carro aqui”, disse a dona de casa Maria Eunice Alves Gonçalves.

Já o eletricista Milton de Paula Chaves discorda. “Não vejo necessidade de radar aqui na Avenida Martins Fontes. Têm outros bairros na Cidade, perto de escolas, onde deveria ter radar. Eu acho que um radar aqui nesta avenida pode dificultar o trânsito por causa da velocidade permitida (40 km/h)”.  

Os equipamentos, que já estão funcionando em caráter de teste, estão instalados nos seguintes locais: Avenida Tancredo Neves, em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila São José (radar de limite de velocidade — dois equipamentos); Avenida Tancredo Neves com Avenida Nove de Abril, nas proximidades da Unidade Municipal de Ensino ‘João Ramalho’ (radar de avanço de sinal e parada sobre a faixa de retenção — dois equipamentos); Avenida Martins Fontes, esquina com a Rua João Pessoa (radar de limite de velocidade); cruzamento da Avenida Nações Unidas com a Avenida Nossa Senhora da Lapa (radar de avanço de sinal e parada sobre a faixa de retenção) e Avenida Nove de Abril, nas proximidades da Vila Elizabeth (radar de avanço de sinal e parada sobre a faixa de retenção).

Colunas

Contraponto