Queremos nossos aeroportos no século 21, diz ministro

A preocupação do governo, segundo ele, não é com os aeroportos que serão usados pela Copa do Mundo, nos quais os investimentos federais alcançam R$ 3,08 bilhões

Comentar
Compartilhar
14 MAI 201412h40

O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, voltou a afirmar nesta quarta-feira, 14, que as concessões aeroportuárias e o programa de aviação regional devem colocar o País em "outro patamar". "Temos hoje uma política de aviação civil, uma meta, que vem sendo aplicada pela presidente Dilma (Rousseff). Essa política tem por objetivo trazer para o século 21 a infraestrutura aeroportuária do País", disse.

A preocupação do governo, segundo ele, não é com os aeroportos que serão usados pela Copa do Mundo, nos quais os investimentos federais alcançam R$ 3,08 bilhões. "É claro que vamos atender adequadamente durante a Copa, mas o objetivo é transformar a infraestrutura aeroportuária", disse, durante audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado. "Ao final do ano, com a inauguração desses aeroportos, vamos viver a aviação civil brasileira em outro patamar. Um novo patamar tecnológico e de serviços", considerou.

Moreira Franco voltou a afirmar que as concessões aeroportuárias e o programa de aviação regional devem colocar o País em